Com tecnologia do Blogger.

Emirates Stadium



O Emirates Stadium é a nova casa do Arsenal desde 2006 e veio para substituir o velhinho Highbury. Foi inaugurado a 22 de Julho de 2006 e tem capacidade para mais de 60 mil espectadores. É um dos maiores estádios do Reino Unido e um dos mais modernos de todo o mundo.


A necessidade de um novo estádio

O Arsenal começou a desenvolver um estádio maior que Highbury, que tinha capacidade para 38.419 pessoas (o menor de quase todos os clubes europeus de grande expressão), durante a última parte da década de 1990. Considerando-se que havia pouco espaço para expansão do Highbury, já que ficava localizado ao lado de uma via pública e de habitações, o principal projecto do clube era a construção de um novo estádio.

O Arsenal tinha ainda uma lista de espera de sócios que tinha sido encerrada há algum tempo, com mais de 20.000 membros, e estava a perder uma potencial grande receita. No entanto, encontrar um local para um novo estádio em Londres foi extremamente difícil.


O clube estava disposto a considerar a localização, perto da auto-estrada M25, se necessário, mas tinha uma forte preferência por um local no bairro londrino de Islington, perto de Highbury. Os responsáveis do clube chegaram a considerar a possibilidade de se mudar para o estádio do Wembley (o Arsenal já havia disputado lá os jogos da Liga dos Campeões nas temporadas de 1998-99 e 1999-00), mas no final retirou essa possibilidade dos planos. Houve grandes especulações de que Arsenal e Tottenham passariam a jogar no novo estádio do Wembley, quando este fosse concluído, apesar de que o Arsenal já estava bastante avançado no projecto do então Ashburton Grove nessa altura.


A escolha por Ashburton Grove

O clube decidiu escolher um local que era um parque industrial em Ashburton Grove, a apenas 500 metros de Highbury. O plano foi anunciado em Novembro de 1999, com a data de inauguração prevista para Agosto de 2003, que viria a ser adiada para o Verão de 2006 devido a alterações ao projecto e dificuldades financeiras.


Apesar da presença do Arsenal em Islington há mais de 80 anos, residentes e empresas locais opuseram-se ao novo estádio. Alguns chegaram a entrar com acções judiciais, mas que foram sempre negadas pelos tribunais. O estádio tornou-se uma questão importante nas eleições de Londres para o cargo de Mayor em Maio de 2006.


Construção

A construção do estádio começou em Fevereiro de 2004. Para além da construção do estádio, construiu-se também duas pontes sobre a linha ferroviária que liga o norte da cidade com Drayton Park, sendo estas concluídas no Verão de 2004. O estádio ficou coberto em Agosto de 2005, prevendo-se ficar concluído antes do prazo. O clube anunciou que até Fevereiro de 2006, 90% dos lugares anuais já estavam vendidos, e até Junho de 2006, ficaram todos vendidos. A primeira cadeira do novo estádio foi solenemente instalada em 13 de Março de 2006, pelo médio francês Abou Diaby. Os holofotes do estádio foram testados com sucesso pela primeira vez a 25 de Junho, pouco menos de um mês antes da sua inauguração, e um dia mais tarde os foram colocadas as balizas no relvado.


Nome

Inicialmente o estádio chamar-se-ia Ashburton Grove, nome da rua onde está localizado, mas a 5 de outubro de 2004 o Arsenal anunciou um acordo de patrocínio de £100 milhões com a companhia aérea Emirates Airlines. O acordo previa a mudança de nome para Emirates Stadium, como uma estratégia de marketing da companhia dos Emirados Árabes Unidos, que financiaria o projecto juntamente com o Royal Bank of Scotland. O projecto custou £430 milhões, incluindo o custo de todas as infra-estruturas associadas. O acordo previa também o patrocínio na camisola do clube por um período de oito anos, a partir da temporada 2006-07.

O nome do estádio é muitas vezes encurtado para The Emirates, apesar de alguns adeptos continuarem a usar o nome anterior (Ashburton Grove) para o novo estádio, especialmente aqueles que se opõem ao conceito de nomes de estádio estarem directamente associados ao patrocínio de empresas.


Devido aos regulamentos da UEFA, o estádio não é oficialmente chamado Emirates Stadium em competições como a Liga dos Campeões, pelo facto da Emirates não ser um patrocinador oficial desta competição. A UEFA refere-se ao estádio como Arsenal Stadium, nome que também era usado para o antigo estádio de Highbury, apesar de a grande maioria dos adeptos o chamarem de Highbury.


Inauguração

O estádio foi inaugurado em 22 de Julho de 2006 e tem uma capacidade de 60.355 espectadores sentados, tornando-se um dos maiores estádios do Reino Unido. É o segundo maior estádio de futebol de Londres, apenas atrás do estádio do Wembley.

Na data da inauguração, o então número 10 do clube e um dos ídolos dos adeptos, o holandês Dennis Bergkamp, encerrou sua carreira de jogador de futebol, num jogo contra o Ajax, clube em que foi formado. O jogo marcou a inauguração do estádio, e o marcador terminou com a vitória por 2-1 para o Arsenal. O primeiro golo marcado no estádio foi obra de Klaas Jan Huntelaar, do Ajax.


A inauguração oficial ocorreu em 26 de Outubro de 2006, pelo Príncipe Philip, duque de Edimburgo. Estava previsto que a Rainha Elizabeth II, também conhecida por ser adepta do Arsenal, iria inaugurar oficialmente o estádio, mas a rainha sofreu uma lesão nas costas e não pôde comparecer nesse dia.


Uso para lá do futebol

Para além de ser a casa do Arsenal, o Emirates é ainda utilizado para outros eventos não relacionados com desporto. O estádio serve também para centro de conferências e albergou em Março de 2008 um encontro entre o primeiro-ministro britânico Gordon Brown e o presidente da republica francesa Nicolas Sarkozy. Foi também usado para audições dos programas televisivos The X Factor, Britain's Got Talent e Big Brother.


O Emirates é também utilizado para eventos musicais, podendo albergar cerca de 72 mil espectadores. Bruce Springsteen and the E Street Band foram os primeiros a fazer um concerto no estádio, a 30 de Maio de 2008. Para além deles também os Coldplay já actuaram no Emirates em Junho de 2012, enquanto mais recentemente foram os Green Day a actuar em Junho de 2013.