Com tecnologia do Blogger.

Brighton 2-1 Arsenal - Ficha de Jogo



O Arsenal somou nova derrota e continua sem vencer neste reatamento da Premier League após o surto do Coronavirus. Os Gunners foram derrotados no Amex Stadium por 2-1, frente a um Brighton que não vencia desde 2019. Para além da nova derrota, Mikel Arteta saiu ainda com mais um lesionado no plantel - Bernd Leno sofreu uma carga de Maupay e terá feito fratura, tendo terminado a temporada.


Arsenal: Leno, Bellerín, Mustafi, Holding, Kolasinac, Ceballos, Guendouzi, Saka, Pépé, Aubameyang, Lacazette
Subs: Martínez, Medley, Maitland-Niles, Tierney, Willock, Martinelli, Özil, Nketiah, Nelson

Brighton & Hove Albion: Ryan, Schelotto, Webster, Dunk, Burn, Pröpper, Bissouma, Gross, Trossard, Mooy, Maupay
Subs: Button, Montoya, Lamptey, Duffy, March, Mac Allister, Stephens, Murray, Connolly


Arteta fez algumas alterações na equipa que saiu derrotada do Etihad por 3-0. Tierney foi substituído por Kolasinac, provavelmente por gestão física, Holding regressou à titularidade por falta de opções, enquanto Pépé e Lacazette foram as outra opções para ajudarem Aubameyang no ataque.

O Arsenal até entrou forte no jogo e logo aos 8 minutos esteve muito perto de inaugurar o marcador. Bukayo Saka, num remate em arco de fora da área, viu o seu esforço a embater com estrondo na barra adversária. Pouco depois foi Alexandre Lacazette a ter a sua oportunidade, mas à entrada da pequena-área o seu remate foi bloqueado por Dunk.

À passagem da meia-hora de jogo o Arsenal tem uma nova excelente oportunidade para marcar, novamente por Lacazette. Mattéo Guendouzi lança Saka na esquerda e o jovem inglês tira um excelente cruzamento para o segundo poste onde aparece o avançado francês a cabecear e a obrigar Ryan a uma excelente intervenção.

Aos 36 minutos acontece o lance que marca a primeira parte. Numa bola aérea na área do Arsenal Leno tem o lance controlado mas Maupay carrega o guarda-redes do Arsenal ainda no ar, sem qualquer tipo de necessidade, fazendo o alemão cair muito mal com a perna direita. A verdade é que Leno gritou imediatamente agarrado à perna e poderá ter feito ali uma grave lesão que terminou com a temporada e poderá ter vários meses de paragem pela frente.

O primeiro lance de perigo dos Seagulls surge apenas aos 42 minutos. Depois de um pontapé-de-canto a defesa do Arsenal alivia para fora da área onde aparece Mooy a rematar de primeira e a obrigar Martínez, que havia entrado para o lugar de Leno, a uma excelente defesa ainda a frio.

Ao intervalo o nulo penalizava o Arsenal pela sua falta de eficácia dos jogadores da frente.

A segunda parte começou logo com um contra-ataque rápido combinado do Arsenal que terminou com Aubameyang a fazer um remate na esquerda. Ryan não conseguiu segurar à primeira mas chegou a tempo de segurar à segunda evitando a recarga de Lacazette.

Aos 53 minutos o Arsenal até chega ao golo, depois de Saka lançar Aubameyang e este ficar isolado na cara de Ryan. No entanto o VAR mostrou que o avançado gabonês estava fora-de-jogo e o lance foi corretamente anulado.

A resposta do Brighton surge aos 56 minutos por Maupay. Cruzamento longo da direita para o segundo poste onde o francês aparece livre de marcação e atira para grande intervenção de Martínez, com o segundo guarda-redes do Arsenal a voltar a negar o golo.

Aubameyang voltou a estar perto do golo aos 65 minutos depois de uma jogada de combinação com Lacazette. O gabonês ficou na cara de Ryan mas o guarda-redes do Brighton voltou a estar a grande nível e conseguiu defender para canto.

O golo do Arsenal acabou por surgir três minutos depois por um dos jogadores que mais estava apagado em campo. Pépé recebeu a bola de Saka na direita, puxou para o pé esquerdo e faz um golaço em arco não dando hipóteses ao guarda-redes adversário e inaugurando o marcador no Amex Stadium. Grande golo!


No entanto quando se esperava que o Arsenal partisse para cima à procura do segundo golo e terminasse com o jogo, foi a equipa da casa que assumiu o controlo e conseguiu mesmo chegar ao empate.

Com 75 minutos de jogo, num canto curto entre March e Trossard, o Brighton consegue colocar a bola no primeiro poste onde toda a defesa do Arsenal falha e permite que Dunk faça o empate.


O Arsenal procurou responder ao golo sofrido e aos 80 minutos Aubameyang tenta novamente a sua sorte num forte remate fora da área, que obrigou Ryan a uma intervenção vistosa. A tarde não estava mesmo de feição para o avançado do Arsenal. Pouco depois tentou novamente atirar à baliza mas o seu remate foi bloqueado por dois defesas adversários.

Incrivelmente o Brighton conseguiu chegar à vitória para lá da hora por Maupay. Mac Allister coloca em Connolly e este desmarca Maupay na esquerda, que com pouca pressão de Mustafi consegue fazer o segundo golo dos Seaguls no jogo e garantir três importantes pontos para a sua equipa na luta pela despromoção.


O Arsenal somou assim a sua segunda derrota seguida neste reatamento da Premier League e complicou muito as contas pela luta dos lugares europeus. A somar a isso perde também Leno para o resto da temporada.

Sem comentários