Com tecnologia do Blogger.

Portsmouth 0-2 Arsenal - Ficha de Jogo



O Arsenal segue em frente para os quartos-de-final depois de vencer esta noite a equipa do Portsmouth por 0-2. Sokratis e Nketiah fizeram os golos que valeram a qualificação do Arsenal, num jogo que fica marcado pela lesão de Lucas Torreira.


Arsenal: Martínez, Sokratis, Luiz, Mari, Saka, Guendouzi, Torreira, Nelson, Willock, Martinelli, Nketiah
Subs: Leno, Maitland-Niles, Holding, Xhaka, Ceballos, Pépé, Lacazette

Portsmouth: Bass, McCrorie, Bolton, Burgess, Seddon, Close, McGeehan, Williams, Evans, Harness, Harrison
Subs: MacGillivray, Raggett, Whatmough, Naylor, Cannon, Marquis, Curtis


Como seria de esperar várias alterações no onze titular para a deslocação a Fratton Park. Destaque para a titularidade de Pablo Marí, um dos reforços de inverno, que depois de alguns minutos em dois jogos pelos sub-23 tinha aqui a sua primeira oportunidade na equipa principal do Arsenal. Destaque também para Martínez na baliza e para o regresso de Nelson aos jogos após lesão.

Primeira parte de qualidade fraca e poucas ocasiões. O Portsmouth até aproveitou para ir aparecendo mais vezes junto da área do Arsenal mas sem conseguir criar grande perigo. Por isso o primeiro destaque deste jogou foi mesmo a lesão de Lucas Torreira no tornozelo e que obrigou o médio uruguaio a sair de maca do relvado. Para o seu lugar entrou Dani Ceballos.

Aos 19 minutos o Arsenal aparece pela primeira vez no jogo. Passe longo de Sokratis para Martinelli na esquerda, o brasileiro segue até à linha de fundo, entra na área, tira um defesa da frente e serve Eddie Nketiah. No entanto a apontaria do avançado do Arsenal não foi a melhor e atira ao lado da baliza dos Pompies.

A única real oportunidade de perigo da equipa da casa surgiu apenas aos 27 minutos. Livre marcado rapidamente por Marcus Harness, Steve Seddon cruza na esquerda e Evans salta mais alto que toda a gente mas o seu cabeceamento falha a baliza.

Lances de perigo só voltaram aparecer no tempo de compensação e para o Arsenal. Primeiro através de um livre marcado por David Luiz mas a bola desvia na barreira.

Aos quatro minutos do tempo de compensação – Mike Dean tinha dado 5 – o Arsenal chega ao golo. Pontapé-de-canto marcado por Reiss Nelson, a defesa do Portsmouth alivia a bola e na insistência Nelson volta a cruzar para a área onde Sokratis num remate de primeira atira para o fundo da baliza e inaugura o marcador em Fratton Park.


A vantagem do Arsenal era por isso justa no período de descanso, embora a qualidade de jogo praticada fosse bastante baixa.

Se a primeira parte foi fraca, a segunda não foi muito melhor mas pelo menos começou com o golo do Arsenal. Com 51 minutos Reiss Nelson cruza na direita, a defesa do Portsmouth não consegue aliviar e a bola fica à mercê de Nketiah que só tem de atirar para o golo e fazer o segundo golo do Arsenal no jogo.


Pouco depois o Arsenal teve mais uma boa oportunidade mas o bom cruzamento de Gabriel Martinelli não foi bem correspondido por Joe Willock que cabeceou ao lado da baliza de Bass.

A única oportunidade da equipa da casa na segunda parte surgiu apenas aos 73 minutos. Curtis, que havia entrado entretanto no jogo, rematou cruzado ainda fora da área mas Martínez mergulhou e segurou a bola.

O último lance digno de registo foi aos 77 minutos por Bukayo Saka. O jovem lateral rematou forte já dentro da área e obrigou Bass a uma excelente defesa por cima da baliza.

O Arsenal controlou o jogo até ao apito final e ultrapassa com naturalidade a equipa do Portsmouth nesta quinta eliminatória da Taça de Inglaterra.

Sem comentários