Com tecnologia do Blogger.

Women: Arsenal 1-2 Chelsea


Imagem: Twitter Arsenal Women

Pelo segundo ano consecutivo o Arsenal perdeu na final da Continental Cup. As Gunners até dominaram e foram sempre superiores o jogo todo, mas o golo abrir e a fechar das Blues permitiu que as vizinhas de Londres levassem o troféu para casa.


Arsenal: Zinsberger, Evans, Quinn, Schnaderbeck, McCabe, Williamson, Roord, van de Donk, Nobbs, Miedema, Foord
Subs: Peyraud-Magnin, Maier, Filis, Grant, Mace

Chelsea: Berger, Bright, Ingle, England, Ji, Reiten, Eriksson, Mjelde, Kerr, Cuthbert, Andersson
Subs: Telford, Thorisdottir, Blundell, Carter, Cooper, Spence, Bachmann


O Arsenal sabia que ia apanhar muitas dificuldades pela frente com esta equipa do Chelsea e prova disso foi logo aos 7 minutos o primeiro lance de perigo do jogo ser para as Blues. Katie McCabe perdeu a bola ainda no meio-campo do Arsenal e permitiu o contra-ataque de Bethany England. A bola vai acabar do lado contrário do campo onde aparece Reiten na cara de Zinsberger e a obrigar a guarda-redes do Arsenal a uma excelente defesa.

O Chelsea deixou o primeiro aviso e no minuto seguinte chegou logo ao golo, pela inevitável Bethany England. Cruzamento de Andersson para o segundo poste, Mjelde cabeceia para o interior da pequena-área e depois de um primeiro remate interceptado England coloca a bola no fundo da baliza, inaugurando assim o marcador.


A partir daí o Arsenal cresceu no jogo. A resposta ao golo sofrido surgiu aos 11 minutos, quando Katie McCabe cruzou na esquerda e aparece Louise Quinn com um grande cabeceamento que obrigou Berger a defender já em cima da linha de golo.

Um minuto depois foi Jordan Nobbs a estar perto do golo. Caitlin Foord desmarcou a inglesa na área e Nobbs rematou à figura de Berger.

O Arsenal encostava o Chelsea às cordas e começava a carregar de forma intensa. Aos 19 minutos é Vivianne Miedema que coloca a guarda-redes do Chelsea à prova. A holandesa conduziu a bola pela esquerda e de um ângulo muito apertado remata à baliza obrigando Berger a uma defesa para canto. Cinco minutos depois é Jill Roord a mirar a baliza do Chelsea mas a falhar o alvo e a bola a passar muito perto do poste.

O Chelsea voltou aparecer no jogo à passagem da meia hora, quando depois de um cruzamento na esquerda Bethany England aparece solta na área mas o cabeceamento sai um pouco ao lado da baliza de Zinsberger.

Nos últimos cinco minutos do primeiro tempo mais duas oportunidades de golo, uma para cada equipa. Primeiro para o Chelsea quando Samantha Kerr ganha a frente a Lisa Evans e atira contra Zinsberger e depois para o Arsenal quando Caitlin Foord atira ao lado da baliza do Chelsea.

A desvantagem no marcador para o Arsenal era completamente injusta tendo em conta o domínio que as Gunners iam tendo em campo.

Na segunda parte o Arsenal entrou mais dominante, à procura de chegar ao empate, mas só criou perigo aos 60 minutos através de um lance de bola parada. Livre frontal à entrada da área mas o remate de Katie McCabe é desviado por uma jogadora do Chelsea.

Depois mais duas oportunidades seguidas para o Arsenal. Primeiro é Miedema que remata e aparece uma defesa do Chelsea que impede que a bola fosse para a baliza e depois, no seguimento do lance, a mesma Miedema atira mas a bola sai rasteira ainda a tirar tinta ao poste.

A primeira oportunidade do segundo tempo para o Chelsea surgiu aos 65 minutos quando Samantha Kerr surge isolada frente a Zinsberger, mas a guarda-redes austríaca do Arsenal sai bem a fazer a mancha e a impedir o golo.

A vinte minutos do fim o Arsenal começou a carregar cada vez mês para chegar ao golo. Caitlin Foord cruzou para a entrada da pequena-área e Miedema cabeceia para a baliza, obrigando Berger a uma excelente defesa para canto.

Pouco depois os papéis invertem-se. É Miedema que cruza para o segundo poste e Foord remata à baliza mas uma defesa do Chelsea, com a cabeça, impede o golo do Arsenal.

Aos 82 minutos Miedema tem mais uma excelente oportunidade para marcar. Foord cruza longo na direita e Miedema, ao segundo poste, domina e atira à balia onde Berger faz mais uma excelente defesa para canto. Na sequência do pontapé-de-canto o Arsenal chega ao golo. McCabe coloca a bola na área, Williamson cabeceia à baliza mas a bola é bloqueada por uma adversária mas na recarga a mesma Williamson atira para o fundo da baliza e faz o empate.


Pouco depois o Arsenal esteve novamente perto do golo com uma grande confusão na área do Chelsea. A bola andou muito perto da baliza e com vários ressaltos, mas acabou por ser aliviada pela defesa dos Blues.

Já em tempo de descontos um balde de água fria para a nossa equipa. Contra a corrente do jogo o Chelsea chega ao golo da vitória. Jogada de insistência de Kerr e Mjelde serve England para o segundo golo do Chelsea.


O Chelsea conquistou assim a sua primeira Continental Cup da história e somou a quinta vitória seguida frente ao Arsenal. Montemurro volta a não conseguir bater a equipa do Chelsea e perde esta final pelo segundo ano consecutivo.

Parabéns às vencedoras.

Sem comentários