Com tecnologia do Blogger.

Olympiacos 0-1 Arsenal - Ficha de Jogo



O Arsenal começou da melhor forma a fase a eliminar da Liga Europa ao vencer na Grécia por 0-1. Os Gunners foram superiores a maioria do tempo mas o golo surgiu apenas nos dez minutos finais do jogo através de Alexandre Lacazette.


Arsenal: Leno, Mustafi, Sokratis, Luiz, Saka, Guendouzi, Xhaka, Martinelli, Willock, Aubameyang, Lacazette
Subs: Martínez, Holding, Kolasinac, Ceballos, Maitland-Niles, Nketiah, Pépé

Olympiacos: Sá, Elabdellaoui, Semedo, Ba, Tsimikas, Bouchalakis, Camara, Guilherme, Masouras, El Arabi, Valbuena
Subs: Allain, Papadopoulos, Gaspar, Cissé, Fortounis, Randjelovic, Lovera


Mikel Arteta a realizar algumas alterações no onze titular tendo em conta a equipa que tinha vencido no fim-de-semana no Newcastle United por 4-0. Shkodran Mustafi foi encostado à direita, enquanto Guendouzi, Martinelli, Willock e Lacazette foram titulares.

A equipa da casa, fortemente apoiada pelos seus adeptos, entrou melhor no jogo e criou duas oportunidades de perigo logo abrir. Valbuena aos 3 minutos num remate cruzado na esquerda obrigou Bernd Leno a uma defesa de recurso, com a defesa do Arsenal a seguir a aliviar.

No minuto seguinte Valbuena coloca a bola no segundo poste e Masouras aparece livre a cabecear mas não acerta com a baliza.

O Arsenal acordou com o perigo que rondava a sua baliza e a partir daí começou a dominar. No entanto a primeira oportunidade de perigo surgiu apenas aos 20 minutos, numa grande oportunidade desperdiçada por Alexandre Lacazette. Martinelli recupera uma bola praticamente perdida na linha de fundo, serve o avançado francês que de frente para a baliza atira ao lado.

Aos 28 minutos foi a vez de Granit Xhaka a tentar a sua sorte, desta vez de bola parada. O livre batido pelo suíço bateu em Martinelli e José Sá segurou a bola.

Apesar do domínio apenas por mais uma vez antes do intervalo o Arsenal procurou a baliza dos gregos do Olympiacos. Lacazette fez um grande remate à entrada da área mas a bola bateu num defesa adversário e saiu por cima da baliza do guarda-redes português.

O intervalo chegava e o nulo no marcador era um resultado justo para ambas as equipas, apesar do domínio do Arsenal.

Na segunda parte a nossa equipa entrou mais decidida e tem a primeira tentativa de golo aos 51 minutos, desta vez por David Luiz, num livre ainda longe da área. O defesa-central brasileiro tentou fazer o golo mas a bola saiu desviada da baliza.

Pouco depois da hora de jogo o Arsenal tem nova oportunidade para chegar ao golo, novamente desperdiçada por Lacazette. Cruzamento longo de Granit Xhaka para a entrada da pequena-área mas o avançado francês falha o tempo de cabeceamento e permite que a bola saia pela linha de fundo.

A resposta do Olympiacos ao domínio do Arsenal surgiu apenas nos últimos vinte minutos. Aos 72 minutos através de bola parada por Valbuena que coloca na área e Ba cabeceia com perigo à baliza obrigado Leno a uma excelente defesa. O lance no entanto foi invalidado por fora-de-jogo.

O golo do Arsenal finalmente surgiu aos 81 minutos. Cruzamento rasteiro de Saka na esquerda (mais uma assistência para o menino) e Lacazette aparece na pequena-área a desviar para golo e a colocar o Arsenal na frente da eliminatória.


Até ao final mais duas excelentes oportunidades para o Arsenal aumentar a vantagem no jogo e na eliminatória. Contra-ataque rápido da nossa equipa que termina com um passe de Aubameyang para Lacazette e o francês faz um grande remate para uma grande defesa para canto de José Sá. Na sequência do pontapé-de-canto Sokratis cabeceia à barra da baliza do Olympiacos.

O Arsenal consegue assim um resultado positivo em Atenas, podia ter sido bem melhor, e leva vantagem para o jogo da segunda mão no Emirates na próxima semana.

Sem comentários