Com tecnologia do Blogger.

Bournemouth 1-2 Arsenal - Ficha de Jogo



O Arsenal voltou a vencer na taça de Inglaterra ao derrotar esta noite o Bournemouth por 1-2. Os Gunners fizeram uma boa primeira parte que foi suficiente para levar de vencida a eliminatória, com golos dos jovens Saka e Nketiah. Na segunda parte o jogo físico deixou mossas na equipa do Arsenal que permitiram o golo do Bournemouth já em tempo de compensação. Ainda assim a nossa equipa segue em frente e defrontará agora o Portsmouth.


Arsenal: Martínez, Bellerín, Mustafi, Sokratis, Saka, Guendouzi, Xhaka, Pépé, Willock, Martinelli, Nketiah
Subs: Leno, Maitland-Niles, Holding, Torreira, Ceballos, Özil, Lacazette

Bournemouth: Travers, Smith, S Cook, Aké, Simpson, L Cook, Surman, Gosling, H Wilson, Solanke, Fraser
Subs: Ramsdale, Francis, Billing, Dobre, Surridge, C Wilson, Genesini


Mikel Arteta disse antes do jogo que ia levar muito a sério a taça de Inglaterra mas mesmo assim não deixou de fazer várias alterações no onze titular. Martínez regressou à baliza, Sokratis recuperou e voltou a ser titular, Guendouzi rendeu Torreira, Willock substituiu Özil e Nketiah regressa à titularidade fazendo descansar Alexandre Lacazette.

A primeira parte foi quase toda ela dominada pelo Arsenal e não podia ter começado da melhor forma para os Gunners. Com apenas 5 minutos no marcador o Arsenal inaugurava o marcador no Vitality Stadium por intermédio de Bukayo Saka. Bola conduzida por Willock pelo meio, coloca na esquerda em Martinelli e o brasileiro serve Saka que dispara sem hipóteses para Travers e faz o 0-1 no marcador.


Aos 19 minutos o Arsenal ficou perto do segundo golo. Héctor Bellerín desmarca Joe Willock que com pouco angulo remata à figura do guarda-redes do Bournemouth. Travers não conseguiu segurar a bola e obrigou a defesa aliviar de qualquer forma para a frente.

Foi por isso com naturalidade que o Arsenal chegou ao segundo golo aos 26 minutos. Cruzamento de Saka na esquerda para Martinelli mas o brasileiro estava adiantado e não conseguiu chegar à bola. No entanto abriu espaço para Nketiah que de frente para a baliza não teve dificuldade em fazer o segundo golo do Arsenal no jogo.


O Bournemouth tentou reagir aos dois golos sofridos mas só a menos de 10 minutos do intervalo criou perigo para a baliza de Martínez. Depois de um cruzamento na esquerda de Ryan Fraser a bola sobrou para Harry Wilson que rematou de primeira e obrigou o guarda-redes do Arsenal a defender para a frente. Xhaka logo a seguir aliviou a bola.

A vantagem do Arsenal ao intervalo era por isso justa e colocavam a nossa equipa numa posição confortável para a segunda parte.

No entanto o segundo tempo foi muito mal jogado pelas duas equipas e muito faltoso de parte a parte.

Com 61 minutos momento marcante no jogo do Arsenal em que Shkodran Mustafi sai de maca do relvado. O defesa alemão chocou com Martínez num lance à entrada da grande área e ficou combalido. A situação não parecia leve e vai ainda pressionar ainda mais os responsáveis do clube a contratar um defesa neste mercado.

A primeira situação de perigo da segunda parte foi para o Bournemouth aos 65 minutos. Simpson recebe a bola na área a passe de Gosling e remata à baliza. No entanto o seu esforço foi desviado para canto por um defesa do Arsenal.

Na sequência do pontapé-de-canto o Bournemouth volta a ficar perto do golo. Simpson salta mais alto que Martínez à entrada da pequena-área mas o cabeceamento falha o alvo por pouco.

O jogo continuou muito pouca qualidade e faltoso e lances de perigo só nos últimos minutos. O Bournemouth a 10 minutos dos 90 volta a chegar com perigo à baliza de Martínez. Dan Gosling viu o guarda-redes do Arsenal adiantado e rematou fora da área em arco, mas a bola saiu um pouco por cima da barra.

Em tempo de compensação o Arsenal teve oportunidade para matar de vez o jogo. Ceballos, que regressou aos jogos no Vitality Stadium, serviu Guendouzi e o médio francês fez um remate fora da área mas falhou o alvo.

Na resposta o Bournemouth chega ao golo. Francis cruza para a área, a rotação de Gosling tira Sokratis da jogada e Sam Surridge aparece para desviar e fazer o golo dos Cherries no jogo. Com cinco minutos ainda por disputar estava o jogo aberto.


Já esgotado o tempo de compensação o Bournemouth esteve perto de empatar o jogo. Cruzamento de Fraser para a área, Martínez alivia a bola ao murro e Surman remata fora da área mas não acerta com a baliza, passando o perigo para a baliza do Arsenal.

Os Gunners somaram assim mais uma vitória na taça e seguem em frente na competição. O sorteio realizado antes do jogo ditou que os Gunners deslocam-se novamente até ao sul de Inglaterra, desta vez para defrontar o Portsmouth.

Sem comentários