Com tecnologia do Blogger.

Bournemouth 1-1 Arsenal - Ficha de Jogo



Mikel Arteta não teve a estreia que com certeza desejava a orientar a equipa. O Arsenal saiu com um empate de Bournemouth e continua a ficar atrasado na tabela classificativa. Gosling marcou para a equipa da casa aos 35 minutos e Aubameyang fez o empate aos 64'.


Arsenal: Leno, Maitland-Niles, Sokratis, Luíz, Saka, Torreira, Xhaka, Nelson, Özil, Aubameyang, Lacazette
Subs: Martínez, Mavropanos, Mustafi, Willock, Guendouzi, Smith Rowe, Pépé

Bournemouth: Ramsdale, Stacey, S. Cook, Mepham, Simpson, Fraser, L. Cook, Lerma, Gosling, King, C. Wilson
Subs: Boruc, H. Wilson, Stanislas, Kilkenny, Billing, Surman, Solanke


Na estreia a comandar o Arsenal, o treinador espanhol fez três alterações no onze titular que havia empatado sem golos na jornada anterior em Goodison Park. Calum Chambers suspenso foi substituído por Sokratis, Smith Rowe foi relegado para o banco com Özil a regressar à titularidade e Martínelli, que está no Brasil, foi substituído por Lacazette.

A primeira oportunidade do jogo surgiu logo para a equipa da casa, por Fraser, aos 5 minutos quando o inglês teve boa oportunidade de mirar a baliza do Arsenal mas Leno saiu a dar o corpo à bola e desviou para canto. Pouco depois, foi Wilson a rematar de primeira à entrada da área mas a bola passou por cima da baliza.

O Arsenal estava bem no jogo, com excepção para os dois laterais que perdiam muitos cruzamentos, mas o primeiro real lance de perigo surgiu apenas aos 18 minutos. Boa combinação entre Nelson e Lacazette mas o remate do jovem inglês foi bloqueado por um defesa. Na recarga Aubameyang não teve melhor sorte.

Este foi o melhor período dos Gunners na primeira parte que voltou a criar perigo aos 24 minutos. Cruzamento rasteiro de Nelson para o interior da área mas o remate de Lacazette saiu por cima do travessão de Ramsdale. O avançado francês revelou-se com pontaria muito desafinada na primeira parte.

Um pouco contra a corrente do jogo chegou o golo do Bournemouth aos 35 minutos. Perda de bola de Saka ao sair para o ataque, que permitiu o contra-ataque dos Cherries. Cruzamento rasteiro de Jack Stacey junto à linha de fundo e Dan Gosling, na pequena-área, antecipa-se à defesa do Arsenal e desvia para golo inaugurando o marcador.


Ainda antes do intervalo o Bournemouth teve outra oportunidade para marcar mas desta vez Leno evitou males maiores. King, na esquerda, passou por Sokratis e por Nelson e já com um ângulo muito apertado tentou meter a bola por baixo das pernas do guarda-redes alemão dos Gunners, mas este defendeu para canto.

A vantagem do Bournemouth ao intervalo penalizava o ataque do Arsenal, que estava terrível no último passe. Até se pensou que Nicolas Pépé entrasse para a segunda-parte para o lugar de Reiss Nelson mas Arteta decidiu manter o onze titular para o segundo tempo.

E o segundo tempo começou com uma excelente oportunidade para os Gunners. Aubameyang tentou já dentro da área um remate em arco mas a bola passou muito perto do travessão da baliza de Ramsdale.

Arteta no banco de suplentes pedia atitude aos seus jogadores e o Arsenal volta a ficar perto do empate, agora aos 61 minutos, novamente por Aubameyang. Grande passe de Özil a rasgar a defesa contrária mas o avançado gabonês perde o tempo de remate e permite a defesa do guarda-redes adversário.

Com o Arsenal balanceado para o ataque o golo acabou por surgir aos 63 minutos por Aubameyang. Nelson tentou rematar à baliza mas o remate sai muito fraco e só para nos pés do avançado do Arsenal, que de frente para a baliza atirou de primeira para golo, restabelecendo a igualdade no marcador.


Os Gunners estavam completamente por cima do jogo e aos 70 minutos Lacazette teve uma excelente oportunidade para colocar a nossa equipa na frente. Grande passe de David Luíz que isola o avançado francês mas de frente para o guarda-redes Lacazette permitiu o desvio para canto.

Já perto do fim o Bournemouth colocou a bola no fundo da baliza mas o lance foi anulado pelo VAR. Callum Wilson estava fora-de-jogo aquando do remate de Harry Wilson.

Assim o Arsenal perde a oportunidade de conquistar três pontos que eram muito importantes e agora tem dois jogos seguidos no Emirates de elevada dificuldade. No próximo domingo recebe o Chelsea para depois, no dia de ano novo, receber o Manchester United. Dois jogos de elevada dificuldade que podem colocar a nossa equipa numa posição ainda mais complicada na tabela.

Destaque ainda para a lesão na cabeça de Sokratis que acabou substituído aos 77 minutos por Shokdran Mustafi.

Sem comentários