Com tecnologia do Blogger.

Arsenal 1-2 Eintracht Frankfurt - Ficha de Jogo



Arsenal: Martínez, Chambers, Mustafi, Sokratis, Tierney, Luíz, Xhaka, Martinelli, Willock, Saka, Aubameyang
Subs: Leno, Guendouzi, Özil, Torreira, Lacazette, Nelson, Pépé

Frankfurt: Ronnow, Abraham, Hasebe, Hinteregger, Costa, Sow, Fernandes, Kostic, Kamada, Silva, Paciência,
Subs: Zimmermann, Touré, Chandler, N'Dicka, Gacinovic, Kohr, Joveljic


O Arsenal falhou esta noite a qualificação para a próxima fase da Liga Europa depois de ter sido derrotado no Emirates por 1-2. Os Gunners necessitavam apenas um empate para selar a qualificação mas os dois golos de Kamada deitaram tudo a perder.

Num jogo com o estádio praticamente vazio a primeira parte foi toda dominada pelo Arsenal. O primeiro lance de perigo surgiu aos 10 minutos num lance em que não deu golo porque Aubameyang e Willock atrapalharam-se um ao outro. Cruzamento de Saka na esquerda e os dois jogadores do Arsenal na pequena-área saltaram juntos e falharam a baliza.

Aos 15 minutos Martinelli tem uma excelente oportunidade para fazer o 1-0 mas o golo foi negado por Ronnow. Pontapé de canto marcado por Granit Xhaka e o mau alívio do defesa permitiu que o brasileiro do Arsenal pudesse fazer o golo. No entanto o guarda-redes adversário saiu bem ao lance. Na sequeência do novo pontapé de canto Martinelli aparece ao primeiro poste a cabecear para a baliza mas Gelson Fernandes tirou a bola em cima da linha de golo.

Com 20 minutos novo lance de perigo na área do Eintracht. Pontapé livre marcado por Granit Xhaka para o coração da área e por pouco a defesa alemã não coloca a bola na própria baliza.

Aos 40 minutos, e já com David Luíz substituído por lesão, foi a vez de Saka estar perto do golo para o Arsenal. Boa jogada individual de Willock que serviu Saka à entrada da pequena-área, mas o remate saiu às pernas do guarda-redes Ronnow.

O golo do Arsenal surgiu no primeiro de descontos da primeira parte por Aubameyang. Cruzamento de Martinelli na direita e o avançado gabonês recebe na área e atira a contar para o fundo da baliza, estabelecendo o Arsenal na frente do marcador com toda a justiça.


Mesmo antes do apito para o intervalo, Xhaka tem uma boa oportunidade para aumentar a vantagem. Cruzamento de Aubameyang na direita para a entrada da grande-área e o suíço atira de primeira para a baliza. A bola passou perto do poste e só não foi para golo porque o jogador do Arsenal escorregou no momento do remate.

A vantagem ao intervalo era completamente justa e o Arsenal entrou para a segunda parte à procura do segundo golo. Contra-ataque na direita conduzido por Martinelli que serve Willock à esquerda. O jovem inglês de frente para o guarda-redes permitiu a defesa para canto. Na sequência do pontapé-de-canto Chambers aparece em boa posição mas atirou por cima da baliza.

Aos 55 minutos o Frankfurt chega ao golo do empate contra a corrente do jogo. Kamada recebe a bola à entrada da área e mesmo rodeado por vários jogadores do Arsenal atirou sem hipóteses para Martínez. 1-1 no marcador.


O Arsenal acusou o golo e permitiu que a equipa alemã crescesse no jogo. Aos 63 minutos Kostic atira rasteiro cruzado e obriga Martínez a uma boa defesa para canto. Na sequência do pontapé-de-canto o Frankfurt chega ao 1-2 novamente por Kamada. A defesa do Arsenal toda enfiada na área alivia a bola e o japonês com todo o espaço do mundo atira novamente a contar fora da área.


O Arsenal nunca conseguiu responder aos golos sofridos e nunca mais chegou com perigo à área alemã. O único lance digno de registo surge apenas aos 89 minutos, quando Saka fica a reclamar uma grande penalidade por suposta falta de Kostic. O árbitro mandou seguir.

Já em tempo de compensação o Frankfurt fica muito perto do 1-3 mas o remate de Gonçalo Paciência saiu ao lado da baliza de Martínez.

Aumenta cada vez mais a contestação a Unai Emery que poderá deixar o comando técnico do Arsenal a qualquer momento. Se não deixar, será uma grande surpresa.

Sem comentários