Com tecnologia do Blogger.

Arsenal 3-2 Vitória SC - Ficha de Jogo



Resultado: Arsenal 3-2 Vitória SC
Competição: UEFA Europa League
Data: 24 Outubro 2019
Estádio: Emirates Stadium


LINE UPS

Arsenal: Martínez, Bellerín, Mustafi, Holding, Tierney, Torreira, Willock, Maitland-Niles, Smith Rowe, Martinelli, Lacazette
Subs: Leno, Saka, Chambers, Kolasinac, Ceballos, Guendouzi, Pépé

Vitória SC: M Silva, Garcia, Venâncio, Tapsoba, Hanin, Edwards, Almeida, Agu, Will Poha, Davidson, B Silva
Subs: Douglas, Henrique, Rochinha, Al Musrati, Pêpê, Bonatini, Pereira


MATCH REPORT

O Arsenal venceu esta noite a equipa do Vitória de Guimarães por 3-2. Num jogo muito complicado para os Gunners, e com Emery a ser novamente criticado pelas escolhas que fez, Nicolas Pépé foi o saca-rolhas que decidiu o jogo para o lado dos Gunners.

Para este encontro o nosso treinador fez algumas alterações, como esperado, promovendo os regressos de Bellerín e Tierney, Lacazette a comandar a frente de ataque e Özil a continuar de fora, apesar de Emery elogiar o comportamento do alemão nos treinos.

A equipa portuguesa entrou mais forte no jogo e logo aos 4 minutos deixou o primeiro aviso por André Almeida. O jogador vitoriano recebeu a bola na área, rodou e atirou para a baliza, com Martínez a segurar.

Aos 8 minutos o Vitória chega ao golo inaugural. Contra-ataque rápido pela direita com Garcia a cruzar atrasado para a área e Edwards teve tempo para finar e atirar a contar para o fundo da baliza. Os adeptos ainda se estavam a sentar nos seus lugares e já o Vitória vencia no Emirates.



O Arsenal tentou responder ao golo e no minuto seguinte Lacazette mirou a baliza de Miguel Silva. No entanto o remate do francês fora da área passou sem perigo ao lado do poste. Aos 17 minutos nova boa oportunidade para os Gunners. Lacazette colocou a bola em Smith Rowe e o jovem inglês rodopiou à entrada da área para tirar um adversário da frente mas o seu remate acabou bloqueado e desviado para canto.

Aos 32 minutos o Arsenal chega com justiça ao empate por Gabriel Martinelli. Cruzamento teleguiado de Kieran Tierney na esquerda e o jovem brasileiro a saltar mais alto que toda a gente na área e a cabecear a bola para o fundo da baliza. 1-1 no marcador.



O golo despertou o Arsenal e no minuto seguinte os Gunners estiveram perto do 2-1. Recuperação de bola no meio-campo (que diferença faz ter Torreira na posição certa, não é Emery?) Willock conduziu pelo centro e à entrada da área desviou para Smith Rowe. O inglês na área rematou à baliza mas a bola foi novamente desviada e passou muito próxima do poste da baliza de Miguel Silva.~

Aos 36 minutos o Vitória mostrou que não viajou desde Guimarães para passear. Perda de bola de Maitland-Niles ainda no meio-campo defensivo, Davidson arrancou e ainda fora da área atirou ao poste da baliza de Martínez. Na recarga, Bruno Silva enviou um míssil à baliza do Arsenal fazendo o 1-2 no Emirates e deixando os adeptos do seu clube em completo êxtase.



Ainda antes do intervalo o Vitória esteve perto do 1-3. Remate da Davidson fora da área, com a bola a passar muito perto do poste de Martínez. Sorte para os Gunners.

Ao intervalo o resultado era justo e Emery viu que tinha de corrigir a borrada que havia feito na preparação deste jogo. Por isso logo para o início da segunda-parte lançou Dani Ceballos e Mattéo Guendouzi para os lugares de Joe Willock e Ainsley Maitland-Niles que fizeram jogos muito fracos.

A ter que correr atrás do resultado, a segunda-parte foi quase toda dominada pela nossa equipa em posse de bola. O primeiro lance de perigo surgiu logo aos 49 minutos, quando Ceballos na direita tirou um cruzamento para a entrada da pequena-área mas o cabeceamento de Mustafi saiu ao lado.

Aos 54 minutos nova oportunidade de perigo para o Arsenal. Ceballos lança Tierney em corrida na esquerda e o lateral escocês cruzou para o meio da área. A bola é desviada por um defesa e sobra para Smith Rowe, que de primeira não conseguiu rematar bem e a bola saiu ao lado da baliza do Vitória.

O Arsenal atacava e chegava com regularidade à área adversária, mas sempre sem grande perigo. Quando voltou a criar perigo foi apenas aos 80 minutos e para Nicolas Pépé, que havia entrado para o lugar de Lacazette, chegar ao golo do empate. Livre ainda afastado da área descaído para a direita e o extremo costa-marfinense, de pé esquerdo a atirar direto para a baliza e a fazer o 2-2. O guarda-redes vitoriano parece um pouco mal batido mas o que interessou foi a bola entrar.



O golo de Pépé galvanizou a nossa equipa em busca do golo da vitória. Três minutos depois do golo do empate, Martinelli teve uma excelente oportunidade para bisar na partida. Cruzamento atrasado de Bellerín na direita e o brasileiro atira de primeira para a baliza, mas a bola sai à figura do guarda-redes português.

85 minutos e nova oportunidade para o Arsenal. Novo pontapé livre na mesma zona em que havia marcado o golo mas desta vez Pépé cruza para a área. Holding surge a aparecer à frente de toda a gente mas o seu cabeceamento é travado com uma boa defesa em voo de Miguel Silva.

Já em tempo de compensação o Arsenal chega ao golo da vitória. Pontapé livre em zona frontal para a baliza e o costa-marfinense, numa execução irrepreensível, atira a contar e sem hipóteses para o guarda-redes adversário. 3-2 e o Arsenal ficava pela primeira vez na frente do marcador.



Pouco depois o jogo terminou e o Arsenal somou mais três pontos nesta fase-de-grupos da Liga Europa, mantendo assim a sua invencibilidade na competição. Ainda assim mais uma exibição de baixo nível e escolhas muito duvidosas por parte de Emery, que começa a ser cada vez mais contestado pelos adeptos.


CLASSIFICAÇÃO

Sem comentários