Com tecnologia do Blogger.

Watford 2-2 Arsenal - Ficha de Jogo



Resultado: Watford 2-2 Arsenal
Competição: Premier League
Data: 15 Setembro 2019
Estádio: Vicarage Road


LINE UPS

Arsenal: Leno, Maitland-Niles, Sokratis, Luíz, Kolasinac, Guendouzi (67’), Xhaka, Ceballos (60’), Özil (71’), Pépé, Aubameyang
Subs: Martínez, Chambers, Saka, Martinelli, Willock (60’), Torreira (67’), Nelson (71’)

Watford: Foster, Femenia, Dawson, Kabasele, Holebas (78’), Doucouré, Capoue, Hughes (63’), Cleverley, Deulofeu, Gray (54’)
Subs: Gomes, Foulquier, Mariappa, Janmaat (78’), Sarr (54’), Chalobah, Pereyra (63’)


MATCH REPORT

O Arsenal conseguiu na tarde deste domingo conquistar um ponto em Vicarage Road no empate a duas bolas com o Watford. Num jogo em que a equipa da casa dominou por completo, os Gunners voltaram a cometer erros incríveis que permitiram a perda de mais dois pontos. Juntando a ultima jornada, são já quatro pontos perdidos devido a erros de futebol amador.

Os primeiros quinze minutos foram todos do Watford, que tiveram diversas oportunidades para inaugurar o marcador mas ou não acertavam com a baliza ou Bernd Leno evitava o golo. A equipa do Arsenal dava muito espaço e estava muito lenta a descer para o ataque.

Por isso o golo do Arsenal aos 21 minutos surgiu contra a corrente do jogo. Bom corte de Ceballos, os jogadores adversários ficaram a reclamar falta, que permitiu que Kolasinac conduzisse a bola para o ataque. O lateral bósnio serviu Aubameyang e o avançado do Arsenal num excelente movimento técnico recebeu a bola de costas para a baliza, rodou e atirou a contar para o fundo das redes de Foster. Estava aberto o marcador.

O golo acordou os jogadores do Arsenal e pouco depois Aubameyang esteve perto de aumentar a vantagem. Dani Ceballos desmarcou Özil na direita e o alemão tirou um cruzamento rasteiro para a entrada da pequena-área. Por muito pouco Aubameyang não conseguiu desviar para a baliza.

Com o Arsenal por cima no jogo o segundo golo acabou por surgir com naturalidade. Özil num passe a rasgar a defesa do Watford lançou Maitland-Niles na direita e este cruzou rasteiro para a entrada da pequena-área. Desta vez Aubameyang teve todo o tempo do mundo para desviar para o fundo da baliza e fazer o 0-2 aos 32 minutos.

Ainda antes do intervalo o Arsenal voltou a passar por um aperto por culpa própria e que poderia vir a ser indicador daquilo que seria o resto do jogo. Pontapé de baliza rasteiro e curto para Guendouzi e o jogador francês a perder a bola em zona proibida. Felizmente no remate do Watford, Leno conseguiu desviar para fora.

Já em cima do intervalo um desentendimento entre Pépé e Holebas provocou um sururu grande entre os jogadores, com vários empurrões à mistura, e o lance acabou com Holebas e Guendouzi a verem cartão amarelo.

O resultado ao intervalo era bom para o Arsenal, embora penalizasse um pouco aquilo que o Watford vinha fazendo dentro de campo. No entanto a segunda parte viria a ter um rumo completamente diferente.

Com apenas um minuto decorrido na segunda parte e com mais uma saída de bola daquelas que ninguém gosta, o Watford teve oportunidade de reduzir com um erro brutal de Guendouzi. O médio francês estava apertado junto à linha lateral e num passe disparatado serviu Gray que ficava sozinho frente a Leno. Felizmente apareceu Xhaka para cortar o lance.

No entanto a nossa equipa estava a gostar de cometer erros e o golo do Watford acabou por surgir de forma absurda. Pontapé de baliza atrasado de Leno para Sokratis e o defesa grego coloca a bola nos pés dos avançados do Watford no meio da área. Tom Cleverley de frente para a baliza só teve de atirar a contar. 1-2 com 53 minutos de jogo.

O Watford ficou perto do empate aos 63 minutos quando Sarr na zona da grande penalidade atirou rasteiro para a baliza de Bernd Leno e viu a bola a passar muito próxima do poste da baliza do Arsenal. Não foi por isso de estranhar que a equipa da casa chegasse ao golo do empate aos 81 minutos. Pereyra a conduzir um ataque rápido pelo centro do relvado foi travado em falta por David Luiz já dentro da área e o árbitro não teve qualquer dúvida em apitar grande penalidade. O mesmo Pereyra assumiu a marcação e restabeleceu a igualdade no marcador.

Até ao final praticamente só deu Watford na partida e por várias ocasiões os Hornets estiveram perto de chegar à vitória. Primeiro aos 83 minutos num remate rasteiro a sair muito perto do poste da baliza do Arsenal, depois aos 86’ a cabeça de David Luiz desvia a bola por cima e finalmente, aos 92’, Leno faz uma grande intervenção a evitar o golo.

Muita sorte para o Arsenal em conseguir sair com pontos de Vicarage Road. A nossa equipa perde assim uma grande oportunidade de igualar o Manchester City no segundo lugar da tabela e continuar destacada na luta pelo top-4. Emery e os jogadores terão de aprender muito com os erros cometidos neste jogo.

Sem comentários