Com tecnologia do Blogger.

Arsenal 3-2 Aston Villa - Ficha de Jogo



Resultado: Arsenal 3-2 Aston Villa
Competição: Premier League
Data: 22 Setembro 2019
Estádio: Emirates Stadium


LINE UPS

Arsenal: Leno, Maitland-Niles, Sokratis, Luiz, Kolasinac, Guendouzi, Xhaka (72'), Ceballos (72'), Pépé, Saka (46'), Aubameyang
Subs: Martínez, Chambers (46'), Willock (72'), Özil, Martinelli, Torreira (72'), Nelson

Aston Villa: Heaton, Guilbert, Engels, Mings, Taylor, McGinn, Nakamba (85'), Grealish, Trezeguet (68'), El Ghazi (86'), Wesley
Subs: Steer, El-Mohamady (68'), Konsa, Hourihane (85'), Jota, Lansbury (86'), Davis


MATCH REPORT

O Arsenal regressou às vitórias na Premier League ao derrotar no Emirates neste domingo o Aston Villa por 3-2. Num jogo em que os Gunners estiveram sempre atrás no marcador e com menos um elemento em campo a partir dos 41 minutos, valeram os golos de Calum Chambers, Nicolas Pépé e Pierre-Emerick Aubameyang para garantir o regresso aos triunfos.

O jogo começou logo com uma grande oportunidade para o Arsenal no primeiro minuto, quando Saka tirou um cruzamento longo para a zona da grande penalidade. Apareceu Ainsley Maitland-Niles para finalizar mas o remate foi completamente sem nexo.

O Arsenal rondava a baliza de Tom Heaton mas não conseguia criar reais situações de perigo. Talvez por isso, numa jogada de contra-ataque aos 20 minutos, o Aston Villa chega ao golo em mais daquelas desatenções da defesa do Arsenal. El Ghazi tirou um cruzamento da esquerda e parece McGinn para finalizar sozinho no meio da área, com a defesa toda do Arsenal a dormir.

O primeiro lance de perigo no jogo por parte do Arsenal surgiu na resposta ao golo sofrido e por parte de Saka. O jovem jogador do Arsenal num remate fora da área viu a sua intenção a passar muito perto do travessão da baliza do Aston Villa.

Aos 41 minutos o Arsenal fica reduzido a 10 elementos em campo com a expulsão de Maitland-Niles. O "lateral" do Arsenal já tinha um cartão amarelo mas mesmo assim fez uma entrada bastante dura sobre Taylor e viu o segundo cartão amarelo, sendo expulso do jogo.

Na segunda parte e já com Calum Chambers em campo no lugar de Saka, o Arsenal chega ao golo na marcação de uma grande penalidade. Mattéo Guendouzi foi empurrado na área e o árbitro não teve dúvidas em marcar grande penalidade. Aubameyang seria o jogador assumir a responsabilidade mas ofereceu esta oportunidade a Nicolas Pépé de forma a que o novo reforço do Arsenal tivesse a sua oportunidade de se estrear a marcar. Pépé não desperdiçou e fez a igualdade no marcador.

No entanto dois minutos depois do golo o Aston Villa chega novamente à vantagem. O meio-campo e a defesa do Arsenal permitiram que Grealish entrasse pela área a dentro e cruzou para Wesley, que só teve de desviar para o fundo da baliza. Um autêntico balde de água fria no Emirates.

O Arsenal procurou novamente a igualdade e esteve perto disso. Primeiro por David Luiz aos 66 minutos num bom livre fora da área que testou a atenção de Heaton e depois por Guendouzi, que num remate fora da área viu a bola a ir ao poste.

Aos 81 Calum Chambers restabelece a igualdade no marcador a dois golos. O lateral recebeu um passe de Guendouzi já dentro da área e rematou à baliza vendo o seu remate bloqueado. Na recarga, em jeito, fez um chapéu a Heaton.

A vitória surgiu aos 84 minutos pelo inevitável Aubameyang. Livre em cima da linha de meia-lua da grande área e o avançado gabonês atirou direto a contar para o fundo da baliza dando assim os três pontos à nossa equipa, que sobe agora ao terceiro lugar da Premier League com 11 pontos.

Atenções viradas agora para terça-feira para a recepção ao Nottingham Forest, em jogo a contar para a taça da liga.


FULL TIME

Sem comentários