Com tecnologia do Blogger.

Oficial: Jenkinson assina pelo Nottingham Forest



Carl Jenkinson foi hoje anunciado como jogador do Nottingham Forest, terminando assim a sua ligação de oito anos com o Arsenal. O lateral direito assinou um contrato de três temporadas no City Ground, com o Nottingham Forest a pagar cerca de 2 milhões de libras pela transferência.

Jenkinson chegou ao Emirates proveniente do Charlton com apenas 19 anos e na altura era internacional sub-21 finlandês. Rapidamente ganhou um lugar na equipa de Arsène Wenger, aproveitando o facto de Bacary Sagna se ter lesionado na altura.

Em 2012 conseguiu ter um ano excepcional. Conseguiu a sua primeira internacionalização pela Inglaterra, na vitória por 4-2 frente à Suécia, e assinou ainda um contrato de longa duração com o Arsenal, fazendo parte do 'British Core' de Arsène Wenger naquele período.

A partir daí as coisas não começaram a correr bem, muito por culpa das lesões que foi sofrendo. A quando da contratação de Mathieu Débuchy, Jenkinson foi emprestado ao West Ham e correu bastante bem o empréstimo. Correu tão bem que os Hammers voltaram a pedir o jogador emprestado na temporada seguinte mas uma lesão nos ligamentos do joelho antes do natal acabaram com a temporada mais cedo.

Em 2017 foi cedido ao Birmingham City, no Championship, de forma a tentar relançar a sua carreira mas mais uma vez o azar bateu à porta. No jogo de estreia pelo novo clube, deslocou um ombro que o obrigou novamente a perder o que restou da temporada.

Na última temporada, e já com Unai Emery ao comando, voltou a ter pouco tempo de jogo. Mesmo com a lesão de Héctor Bellerín, o treinador espanhol foi preferindo adaptar Ainsley Maitland-Niles para substituir o lateral espanhol em vez de utilizar Jenkinson ou o recém-contratado Stephan Lichtsteiner.

Jenkinson estava agora no seu último ano de contrato mas o melhor para ambas as partes passava pela saída do jogador de forma a poder ganhar minutos nas pernas e começar a jogar regularmente.

Da nossa parte só nos resta desejar boa sorte no City Ground.

Sem comentários