Com tecnologia do Blogger.

Wright concorda com a saída de Ramsey



O Arsenal tomou a decisão correcta ao não renovar com Aaron Ramsey. Quem o diz é a antiga lenda do clube Ian Wright, que acredita que com o dinheiro poupado os Gunners poderão ir buscar "dois ou talvez três jogadores".

Com a decisão de abandonar as negociações para a extensão do vínculo do jogador galês, Ramsey poderá procurar livremente clube para a próxima temporada saindo assim a custo zero do Emirates. Não é de estranhar por isso o interesse de vários clubes europeus no médio e Wright não fica surpreendido com o aparecimento de propostas para a contratação do galês. No entanto acredita também que a saída do jogador beneficiará Unai Emery no longo-prazo.

"Ele é um jogador de grande qualidade e quando se tem um jogador daquele nível a sair a custo zero é natural ver equipas de grande calibre a tentarem a sua contratação", disse no seu canal do YouTube.

"Penso que é altura indicada para ambas as partes seguirem o seu caminho."

"Penso que agora deveriam dar tempo ao treinador, e especialmente dinheiro, para tentar encontrar alguém e talvez um ou dois reforços como Aaron Ramsey, em vez de pagar aquilo que ele pede."

"Talvez consigamos ter dois, ou talvez três jogadores que estejam ao nível de receber 80 mil libras por semana e isso seria um grande reforço para o plantel e traria uma maior contribuição.

"Penso que talvez seja a altura do Aaron seguir em frente e penso que é uma boa opção para ele, e talvez consigamos nesta janela de transferência ou no verão arranjar jogadores para o substituir."

"Não é algo que me desaponte. Estou lhe agradecido e agradado com o novo Arsenal implacável no que toca a respeito a tomar decisões."

"Não me acredito que iremos ver muitos mais jogadores a chegarem ao final dos seus contratos ou a sair como quiserem."

"Infelizmente vemos isso com Danny Welbeck - que está a chegar ao final do seu contrato e ficou entretanto lesionado, o que é terrível para quem procura um novo vínculo."

Welbeck é mais um jogador que irá terminar contrato com os Gunners no final da presente temporada, existindo a dúvida se os responsáveis do clube irão oferecer um prolongamento do seu vínculo agora que ficará vários meses ausente.

Sem comentários