Com tecnologia do Blogger.

Vorskla 0-3 Arsenal - Report



O Arsenal garantiu esta quinta-feira o primeiro lugar do grupo E na Liga Europa ao vencer o Vorskla Poltava por 0-3. Num jogo em 'casa emprestada' para os ucranianos, os Gunners foram sempre superiores e fizeram o resultado ainda na primeira parte, dando assim oportunidade aos mais jovens de se mostrarem a Unai Emery.


Arsenal: Cech, Lichtsteiner, Jenkinson, Holding, Maitland-Niles, Elneny, Guendouzi, Willock, Ramsey, Smith Rowe, Nketiah
Subs: Martínez, Saka, Osei-Tutu, Medley, Mkhitaryan, Gilmour, John-Jules

Vorskla: Shust, Perduta, Dallku, Chesnakov, Artur, Sapay, Sklyar, Sharpar, Rebenok, Kulach, Kolomoets
Subs: Tkachenko, Chizhov, Kane, Sakiv, Careca, Sergiychuk, Mysyk


Conforme era esperado, Unai Emery realizou várias alterações no onze titular tendo em conta que domingo há derby frente ao tottenham a contar para a Premier League. Vários jovens convocados para este encontro, com especial destaque para a titularidade de Nketiah e Willock.

A primeira parte foi praticamente de sentido único com o Arsenal a dominar por completo. O primeiro golo do jogo surgiu logo aos 10 minutos por Emile Smith Rowe, que aproveitou da melhor forma um mau corte da defensiva adversária. Artur tentou cortar a bola a Nketiah na zona da grande penalidade mas esta acabou por sobrar para Smith Rowe, que só teve de atirar para o fundo da baliza e fazer o 0-1 no marcador.

O 0-2 surgiu aos 27 minutos através de uma grande penalidade, a castigar falta sobre Aaron Ramsey. Igor Perduta teve uma entrada imprudente sobre o médio galês e o árbitro da partida não teve dúvidas (nem haviam!) a marcar o castigo máximo contra a equipa ucraniana. Ramsey assumiu a marcação da falta e com categoria aumentou a vantagem no marcador.

Se os ucranianos ainda tinham esperanças em regressar ao jogo, estas terminaram quando Willock fez 0-3 aos 41 minutos. Num remate rasteiro à entrada da área, o jovem jogador fez um golo de belo efeito e estreou-se assim a marcar pela equipa principal dos Gunners.

A vantagem de três golos ao intervalo não era então de admirar tendo em conta que o Arsenal estava a ser muito melhor equipa que o Vorskla. Os miúdos estavam a dar conta do recado e o primeiro lugar do grupo E estava cada vez mais certo.

O segundo tempo foi jogado em ritmo lento, tendo em conta que o resultado já estava feito desde a primeira parte. O Arsenal ainda voltou a marcar, novamente por Smith Rowe, mas o árbitro anulou erradamente o golo por suposto fora-de-jogo. Sem grandes lances de interesse no segundo tempo, o jogo serviu ainda para lançar mais uns jovens que hoje tiveram uma grande oportunidade de se mostrarem a Unai Emery.

As atenções ficam agora viradas para o jogo de domingo, no derby do norte de Londres frente ao tottenham. Aí vão 18 jogos sem conhecer o sabor da derrota.


MELHOR EM CAMPO: Emile Smith Rowe
Dos jovens da nossa academia, se excluirmos Mattéo Guendouzi que foi contratado esta temporada, Emile Smith Rowe é aquele que mais se começa a destacar. Bom toque de bola, boa condução de jogo e aparece com facilidade a finalizar. Temos ali uma grande promessa a juntar a outros nomes como Guendouzi ou Reiss Nelson.

Sem comentários