Com tecnologia do Blogger.

Fulham 1-5 Arsenal - Report



Unstoppable! Este é o nosso Arsenal! Novo jogo, nova vitória e aí vão 9 seguidas! Vitória em Craven Cottage por 5-1. Números esclarecedores que demonstram a actual boa forma dos Gunners e os créditos devem ser dados a Unai Emery. Lacazette, Aubameyang e Ramsey fizeram os golos do jogo que consolidam o Arsenal no top-4.


Arsenal: Leno, Bellerín, Mustafi, Holding, Monreal, Torreira, Xhaka, Mkhitaryan, Welbeck Iwobi, Lacazette
Subs: Martínez, Sokratis, Kolasinac, Lichtsteiner, Ramsey, Guendouzi, Aubameyang

Fulham: Bettinelli, Odoi, Ream, Le Marchand, Christie, Anguissa, Seri, R. Sessegnon, Vietto, Schürrle, Mitrović
Subs: Rico, Mawson, S. Sessegnon, McDonald, Johansen, Kamara, Ayité


À entrada para este jogo a novidade passou pelos convocados. Emery deixou Mesut Özil de fora devido a uma lesão nas costas, Ramsey foi relegado para o banco de suplentes e Iwobi foi titular. O treinador espanhol também optou por deixar ainda Sokratis no banco, que não está completamente a 100%, e para o seu lugar Holding manteve a titularidade de Baku. Também Aubameyang, que esteve doente esta semana, começou o jogo no banco e Welbeck entrou para o seu lugar.

O jogo começou com um Arsenal desleixado ao nível do passe e isso permitiu que a primeira oportunidade do jogo fosse logo para a equipa da casa. Vietto aproveitou o mau passe de Bellerín para rematar fora da área e Leno realizou uma excelente defesa para canto, depois de ver a bola desviada em Holding.

O Fulham aproveitou a fase inicial do jogo para tentar chegar com perigo à baliza do Arsenal e esteve novamente perto do golo aos 7 minutos. Novamente Vietto a conduzir o jogo na direita cruzou para a entrada da pequena-área para Mitrović, mas apareceu Mustafi na hora H para realizar um corte em carrinho para canto.

Os Gunners começaram a crescer no jogo e a aparecer mais regularmente perto da área do Fulham, com os ataques a serem conduzidos maioritariamente por Iwobi. O primeiro grande lance de perigo surgiu aos 23', numa jogada de combinação entre Iwobi e Welbeck, com o avançado inglês a cruzar para a pequena-área para Lacazette, mas Le Marchand apareceu na hora certa para cortar o desvio.

Com o Arsenal já por cima o golo acabou por surgir aos 29 minutos pelo inevitável Lacazette. Novamente num ataque conduzido por Iwobi, mas desta vez combinado com Monreal, o espanhol colocou à entrada da pequena-área para o avançado francês, que de costas para a baliza recebeu a bola, rodou e atirou para o fundo da baliza de Bettinelli. Estava feito aberto o marcador.

O Fulham acordou com o golo sofrido e conseguiu chegar ao empate ainda antes do intervalo. Com mais um passe desleixado, desta vez de Monreal, Vietto serviu Schürrle que de frente para Leno não de hipóteses ao guarda-redes alemão do Arsenal.

Mas o Arsenal de Emery tem tendência para fazer boas segundas-partes e neste domingo não foi excepção. Os Gunners vieram com a corda toda para o segundo tempo e a equipa da casa nunca conseguiu contrariar o poderio ofensivo do Arsenal. Com apenas quatro minutos decorridos na segunda parte Lacazette fazia o seu segundo golo no jogo e colocava novamente o Arsenal em vantagem no marcador. O avançado francês voltou a receber a bola de costas para a baliza do Fulham, mas desta vez fora da área rodou e fuzilou a baliza.

Logo a seguir foi Bellerín que esteve muito perto do terceiro golo do Arsenal com um remate potente à entrada da área, mas Bettinelli negou o golo ao lateral espanhol.

No entanto a obra de arte do encontro acabaria por surgir aos 67 minutos por Aaron Ramsey que havia de acabado de entrar. Numa excelente jogada combinada do Arsenal, que começou em Ramsey e terminou em Ramsey com um toque de calcanhar, a bola passou por vários jogadores e terminou com o 1-3. Melhor que descrever, fica aqui para vocês verem:



A entrada de Aubameyang no jogo também causou impacto. O avançado do Gabão entrou e fez os dois últimos golos do Arsenal, que confirmaram a goleada em Craven Cottage. Primeiro aos 79 minutos, num lance muito parecido ao primeiro golo de Lacazette, o avançado recebeu a bola proveniente de Bellerín de costas para a baliza à entrada da pequena-área, rodou e rematou sem hipóteses para o guarda-redes do Fulham.

O 1-5 surgiu já em tempo de compensação, quando Ramsey serviu Aubameyang e este entrou pela área e atirou cruzado para o fundo da baliza de Bettinelli.

O Arsenal confirma assim o seu bom momento na época e leva já 9 vitórias seguidas. Agora vem a paragem para os jogos de seleções, com o Arsenal a entrar em campo apenas no dia 22 de Outubro, uma segunda-feira, às 20 horas com a recepção ao Leicester City.


MELHOR EM CAMPO: Alexandre Lacazette
Hoje haveriam vários candidatos a este prémio de MVP, mas o avançado francês acaba por ser coroado graças aos dois golos e no tempo em que foram marcados. Leva cinco golos marcados e é, provavelmente, a maior referência actual do ataque do Arsenal. Os dois golos marcados neste domingo mostraram grande técnica e foram fundamentais para a vitória.

Sem comentários