Com tecnologia do Blogger.

Arsenal 2-0 Everton - Report



O Arsenal somou a sua quinta vitória consecutiva - quatro na Premier League - depois de derrotar na tarde deste domingo o Everton por duas bolas a zero. Com este resultado os Gunners sobem ao sexto lugar da Premier League, somando agora 12 pontos, os mesmos dos spurs.

Apesar da vitória o destaque vai para Petr Cech que fez um punhado de excelentes defesas antes de Lacazette abrir o marcador aos 56 minutos, e três minutos depois Aubameyang selou o resultado em 2-0.


Arsenal: Cech, Bellerín, Mustafi, Sokratis, Monreal, Torreira, Xhaka, Özil, Ramsey, Aubameyang, Lacazette
Subs: Leno, Lichtsteiner, Holding, Elneny, Guendouzi, Iwobi, Welbeck

Everton: Pickford, Kenny, Keane, Zouma, Digne, Gueye, Davies, Walcott, Sigurdsson, Richarlison, Calvert-Lewin
Subs: Stekelenburg, Holgate, Baines, Schneiderlin, Bernard, Lookman, Tosun


À entrada para este encontro o destaque foi claramente para a titularidade de Lucas Torreira. Pela primeira vez Unai Emery lançou o médio uruguaio em jogos da Premier League e a sua aposta foi ganha com uma boa exibição do novo reforço do Arsenal.

No entanto foi o Everton a primeira equipa a criar perigo, logo aos dois minutos, quando Calvert-Lewin apareceu isolado de frente a Cech e o guarda-redes checo fez uma excelente intervenção com os pés, desarmando o avançado dos Toffees. Pouco depois foi Richarlison, num remate de longe, que colocou o guarda-redes do Arsenal à prova.

A primeira oportunidade dos Gunners surgiu aos 12 minutos, quando Monreal obrigou Pickford a uma intervenção por instinto. Bellerín cruzou para a área a defesa do Everton não conseguiu aliviar sobrando a bola para Aubameyang. O avançado do Arsenal serviu Monreal à entrada da pequena-área, e este atirou contra o guarda-redes inglês.

O Arsenal ia tendo dificuldades em lidar com o perigo que Richarlison ia criando durante a primeira parte e por várias vezes Cech foi obrigado a salvar as redes da baliza do Arsenal. Por isso o nulo ao intervalo era lisonjeiro para a nossa equipa e Emery teria que corrigir a má imagem deixada em campo no primeiro tempo.

Ainda assim o Everton voltou a entrar melhor na segunda parte, com uma pressão bastante alta, e o Arsenal não conseguia sair a jogar. No entanto, do nada surgiu o primeiro golo do Arsenal. Numa jogada de insistência dos Gunners, Aaron Ramsey serviu Lacazette na esquerda e o avançado francês puxou a bola para o meio à entrada da grande-área e fez um fantástico golo em arco, não dando qualquer hipótese a Pickford.

Ainda o Everton estava a tentar arranjar explicação para o golo de Lacazette e já Aubameyang fazia o 2-0. Özil conduziu a bola pela direita num três contra um, colocou em Aaron Ramsey mas o galês escorregou e automaticamente serviu Aubameyang que não teve dificuldades em desviar para dentro da baliza, embora depois as imagens mostrassem que o avançado do Arsenal estava fora-de-jogo.

O Everton foi tentando até ao final do jogo chegar ao golo que o relançasse na partida, mas o melhor que conseguiu foi um remate ao ferro por parte de Digne. Até ao final o Arsenal foi segurando o resultado e acabou por vencer por 2-0, conquistando mais um vitória na Premier League.

O resultado acaba por ser um pouco injusto para a equipa de Liverpool, mas muito importante para o Arsenal, que dá mais um pulo na tabela classificativa e sobe ao sexto lugar. Este resultado mostra o bom momento da equipa e é a primeira vez esta temporada que terminamos um jogo sem sofrer golos. Destaque ainda para a lesão de Sokratis que teve de sair no decorrer do primeiro tempo, dando lugar a Rob Holding.

As atenções ficam agora viradas para quarta-feira, em jogo da Taça da Liga frente ao Brentford. Unai Emery deverá com certeza fazer uma grande rotação na equipa de forma a descansar os principais jogadores para o jogo do próximo fim-de-semana frente ao Watford.


MELHOR EM CAMPO: Petr Cech
Apesar dos golos marcados pelos avançados, esta vitória deve-se a Petr Cech. O guarda-redes checo mostrou que está cá para dificultar a vida a Bernd Leno e fez um punhado de excelentes defesas que impediram o golo do Everton e, mais importante, conseguiu que a equipa tivesse um jogo sem sofrer golos.

Sem comentários