Com tecnologia do Blogger.

Report: Chelsea 3-2 Arsenal



Arsenal: Cech, Bellerin, Mustafi, Sokratis, Monreal, Guendouzi, Xhaka, Ozil, Iwobi, Mkhitaryan e Aubameyang.
Subs: Leno, Lichtsteiner, Elneny, Ramsey, Torreira, Lacazette e Welbeck.

Chelsea: Kepa, Azpilicueta, Rudiger, David Luiz, Alonso, Kante, Jorginho, Barkley, Pedro, Willian e Morata.
Subs: Caballero, Christensen, Zappacosta, Kovacic, Moses, Hazard e Giroud.


Depois de uma partida em falso no Emirates diante do City, o Arsenal somou há momentos a segunda derrota a contar para a Premier League, tendo ido a Stamford Bridge perder por 3-2.

O Chelsea entrou consideravelmente melhor na partida e rapidamente se colocou em vantagem, por intermédio de Pedro aos 9 minutos. Ao invés de se registar uma resposta por parte dos Gunners, a verdade é que à passagem do minuto 20 Morata ampliou a vantagem dos blues. Quando já se pensava no intervalo com vantagem para a equipa da casa, eis que aparece Mkhitaryan em grande, ao registar o 1-2 aos 37' e a assistir Iwobi para o empate ao minuto 41.

Com a resposta dada no último sopro do primeiro tempo o Arsenal ganhava de novo algum alento para poder voltar a disputar a vitória e Emery procedeu à alteração de Xhaka por Lucas Torreira no início da segunda parte. Apesar de tudo, quem comandou durante a grande maioria do tempo as operações foram as tropas orientadas por Mauricio Sarri, que registou sempre um maior domínio da posse de bola, tentativas de golo, cantos, entre outros. Ramsey por Ozil aos 68' e Lacazette por Iwobi aos 75´ foram as escolhas de Emery para tentar inverter o sentido do jogo, mas o Arsenal provou do seu próprio veneno e aquilo que havia feito no final da primeira parte, viu o Chelsea fazer no final da segunda, já que por intermédio de Marcos Alonso aos 81 os homens da casa fixaram o resultado final.

Desta forma, Emery e companhia somam já duas derrotas em dois jogos. O próximo jogo está marcado para dia 25 de Agosto, de novo em casa, diante do West Ham United.

2 comentários:

  1. Em mais um jogo importante, continuam-se a cometer os mesmos erros, deixam-se os melhores jogadores no banco (Leno, Lichtsteiner, Ramsey, Torreira) e continua-se a apostar numa dupla de meio-campo, que para além de não saberem defender, não têm qualidade para ser titulares.
    Já nem contando com o desperdício de 3 oportunidades flagrantes na primeira parte que poderiam ter dado outra história a este jogo, a abordagem na segunda parte também desiludiu, o treinador parece que se contentou com o empate, em vez de se continuar a dar sequência aos 15 minutos finais do primeiro tempo e explorar a evidente fragilidade dos centrais do Chelsea.
    E depois ainda dizem que o Wenger é que era mau.

    ResponderEliminar
  2. Dou de barato os falhanços de golo certo por parte de Aubameyang e Mkhitaryan... Não percebo é como, tal como diz o comentário anterior, jogadores como Lichtsteiner, Torreira e Ramsey ficam no banco...

    Acorda Emery! Está na hora!

    ResponderEliminar