Com tecnologia do Blogger.

Report: Arsenal 1-1 Chelsea



Arsenal: Cech, Bellerín, Mustafi, Sokratis, Kolasinac, Smith Rowe, Elneny, Guendouzi, Mkhitaryan, Özil, Aubameyang
Subs: Leno, Holding, Chambers, Mavropanos, Iwobi, Ramsey, Maitland-Niles, Lacazette, Nketiah, Nelson

Chelsea: Caballero, Azpilicueta, Luiz, Rüdiger, Alonso, Fàbregas, Jorginho, Barkley, Pedro, Hudson-Odoi, Morata
Subs: Green, Bulka, Palmieri, Christensen, Ampadu, Musonda Jr, Zappacosta, Bakayoko, Drinkwater, Loftus-Cheek, Moses, Piazón, Abraham


O Arsenal empatou a uma bola com o Chelsea nesta quarta-feira à noite em Dublin, levando a melhor nas grandes penalidades vencendo os Blues por 6-5.

O primeiro tempo começou com amplo domínio do Chelsea. Tanto é que a equipa do sul de Londres abriu o marcador logo aos cinco minutos. Fàbregas bateu o pontapé-de-canto na direita e o Rudiger subiu sozinho para cabecear para o golo, aproveitando a falha de marcação de Bellerín/Smith Rowe.

Aos 13', o jovem Hudson-Odoi arrancou pela esquerda e foi derrubado por Bellerín na grande área. O árbitro não teve dúvidas em assinalar a grande penalidade e Morata na cobrança desperdiçou, com o Petr Cech a defender o castigo máximo para canto.

O avançado espanhol voltou a mostrar desinspiração no jogo perdeu outros dois golos entretanto. O primeiro de cabeça e o segundo após pegar mal na bola depois do cruzamento de Hudson-Odoi.

A melhor oportunidade do Arsenal acabou por surgir à passagem da meia hora de jogo. Özil jogou com Mkhitaryan na direita e o arménio cruzou rasteiro, mas Aubameyang não chegou a tempo do desvio e viu a bola a sair pela linha de fundo.

Perto do intervalo o Chelsea voltou ameaçar a baliza do Arsenal. Hudson-Odoi recebeu a bola em velocidade e rematou cruzado, obrigando Cech a fazer mais uma boa defesa no jogo.

Após o intervalo o Chelsea voltou a entrar melhor no jogo e esteve quase a aumentar a vantagem num lance muito semelhante ao golo que tinha marcado. Novo pontapé-de-canto para os Blues e Rudiger voltou a ganhar a bola de cabeça, não acertando no alvo desta vez.

O Arsenal esteve perto de empatar a um quarto de hora do fim quando Lacazette, que havia acabado de entrar, quase fez golo. O avançado francês recebeu um passe de Özil, tirou Christensen da frente, mas viu a bola a passar muito perto do poste da baliza dos Blues. Pouco depois foi Iwobi a rematar para golo mas viu o jovem guarda-redes Bulka a fazer uma excelente defesa e a manter o Chelsea na frente.

Já em cima do apito final o Arsenal chegou ao golo. Numa boa visão de jogo de Özil, o alemão serviu Reiss Nelson que cruzou para a área e Lacazette só teve de desviar para o fundo da baliza, levando o jogo assim para as grandes penalidades. Aí o Arsenal foi mais forte, com Cech a defender o penalti de Loftus-Cheek e a dar a vitória aos Gunners por 6-5.

O Arsenal tem ainda mais um jogo de preparação antes do arranque da Premier League, defrontando no próximo sábado na Suécia os italianos da Lázio.

Sem comentários