Com tecnologia do Blogger.

Report: Arsenal 5-1 PSG



Arsenal: Leno, Bellerín, Sokratis, Mustafi, Kolasinac, Guendouzi, Elneny, Mkhitaryan, Özil, Iwobi, Aubameyang
Subs: Cech, Martínez, Chambers, Holding, Mavropanos, Maitland-Niles, Ramsey, Smith-Rowe, Willock, Nelson, Lacazette, Nketiah, Pérez

Paris SG: Buffon, Soh, Diarra, Rimane, Georgen, Bernede, Rabiot, N'Soki, Nkunku, Toufiqui, Weah
Subs: Cibois, Trapp, Zagre, Sissako, Lo Celso, Bahebeck, Fressange, Postolachi


O Arsenal despede-se da melhor forma de Singapura ao bater os franceses do Paris Saint-Germain por 5-1. Num jogo que marcou o regresso de Mohamed Elneny, Alex Iwobi e Mesut Özil, o playmaker alemão regressava para deixar para trás os últimos tempos conturbados que culminou com a sua despedida do futebol internacional.

O Arsenal entrou a dominar e aos 13 minutos chegou ao 1-0, por Özil a passe de Aubameyang. Mais golos poderiam ter surgido para a nossa equipa, mas tanto Iwobi como Mkhitaryan viram Buffon a negar as oportunidades que iam sendo criadas.

Depois do intervalo a equipa francesa melhorou e acabou por chegar ao golo através de uma grande penalidade a castigar a falta de Sead Kolasinac sobre Timothy Weah. Christopher Nkunku chamado a converter não desperdiçou e restabeleceu a igualdade no marcador à passagem da hora de jogo.

No entanto, e depois de várias alterações já efectuadas por Unai Emery, o Arsenal respondeu bem ao golo gaulês.

Depois do golo frente ao Atletico Madrid, Emile Smith-Rowe fez uma bela assistências para Alexandre Lacazette e o avançado francês de calcanhar desviou para o segundo poste da baliza do PSG e colocou novamente os Gunners em vantagem no encontro. Pouco depois Lacazette fez o seu segundo golo no jogo a passe de Holding, colocando o Arsenal a vencer por 3-1.

Já perto do minuto 90 foi Holding, de muito longe e de cabeça, a fazer o 4-1 no marcador. Já aos 90'+4 e em cima do apito final, Nketiah estabeleceu o resultado final em 5-1.


HOMEM DO JOGO: Mattéo Guendouzi - Apesar dos dois golos marcados por Lacazette ou da boa exibição de Aubameyang, o destaque tem que ir para o médio francês. Apesar da tenra idade e de só agora ter chegado ao clube, Guendouzi não tem qualquer problema em sair a jogar com a bola controlada e tem uma excelente capacidade de passe: destaque para aquela bola para Aubameyang que quase deu golo.


O Arsenal termina assim a sua viagem a Singapura mas a preparação desta nova temporada não acaba aqui. Quarta-feira os Gunners defrontam o Chelsea em Dublin às 20:05, em mais um jogo da International Champions Cup.

Sem comentários