Com tecnologia do Blogger.

Mercado: Emery não descarta mais chegadas, mas vira atenções para as saídas



Unai Emery diz que não fecha a porta a mais chegadas neste mercado de verão, mas que depois das cinco contratações realizadas as atenções viram-se agora para o emagrecimento do plantel.

Com as recentes contratações, bem como o regresso dos jogadores que estavam emprestados, o plantel conta agora com 31 elementos e não contabilizamos aqui os jovens Eddie Nketiah, Reiss Nelson, Joe Willock ou Takuma Asano, que entretanto já foi emprestado ao Hannover.

Enquanto o novo treinador vai olhando para todas as opções que tem actualmente à sua disposição, é de assumir que nomes como Chuba Akpom, Lucas Pérez, Joel Campbell, Jeff Reine-Adelaide, Carl Jenkinson e um dos quatro guarda-redes acabem por sair antes do fecho de mercado, que termina duas vezes em Agosto (dia 9 em Inglaterra e 31 no resto da Europa).

Quando questionado acerca de possíveis reforços no tempo que resta do mercado de transferências, Emery preferiu realçar os jogadores que o Arsenal já contratou.

"Normalmente os grandes clubes não fecham a porta à contratação de novos jogadores."

"Hoje estamos bem. Talvez possa chegar mais algum se houver a possibilidade de vir ajudar realmente a equipa, mas o clube fez um excelente trabalho na contratação de jogadores e estou contente com o que tenho."

"Contratámos jogadores que eram realmente necessários e agora apenas se surgir uma grande oportunidade é que avançaremos", continuou.

"Neste momento o plantel está completo. Apenas contrataremos um jogador se houver a oportunidade de contratar «aquele» jogador. Apenas se surgir uma grande oportunidade."

Os jornalistas presentes na sala de imprensa do centro de treinos foram ainda mais longe e questionaram acerca da possibilidade de contratação de Steven N’Zonzi, que já trabalhou com Emery no Sevilha e tem sido bastante associado ao Arsenal.

"Conheço-o bem mas não fizemos qualquer proposta por ele."

O Arsenal já gastou mais de 70 milhões de libras em reforços neste mercado e é de esperar que nas próximas semanas tente equilibrar as contas. As notícias davam conta que o orçamento para este mercado era de 50 milhões de libras, havendo por isso cerca de 20 milhões para recuperar.

Sem comentários