Com tecnologia do Blogger.

Report: Atletico 1-0 Arsenal



Arsenal: Ospina, Bellerín, Mustafi, Koscielny, Monreal, Ramsey, Xhaka, Wilshere, Welbeck, Özil, Lacazette
Subs: Cech, Kolasinac, Chambers, Maitland-Niles, Iwobi, Mkhitaryan, Nketiah

Atletico: Oblak, Partey, Giménez, Godín, Hernández, Koke, Gabi, Niguez, Vitolo, Costa, Griezmann
Subs: Werner, Savic, Luis, Olabe, Torres, Gameiro, Correa


Acabou a Liga Europa para o Arsenal, depois da derrota desta noite por 1-0 em Madrid. Depois do 1-1 em Londres, o Arsenal sabia que tinha de atacar e fazer golos se queria ter esperanças de marcar presença na final de Lyon, mas nunca conseguiu encontrar o caminho da baliza e a equipa da casa foi sempre bem mais perigosa.

Os Gunners, que tiveram Laurent Koscielny lesionado muito cedo com uma lesão muito grave no tendão de Aquiles, não se desorganizou com essa lacuna inicial, mas esbarrou no problema de sempre: desbaratar a organização colchonera, que se manteve sólida mesmo com o seu líder na bancada a cumprir castigo.

A tendência foi quase sempre para a mesma baliza, só que os contra-ataques com Diego Costa e Griezmann eram a garantia de um jogo repartido em termos de oportunidades.

E foi assim que o golo surgiu, mesmo à beira do intervalo, com Diego Costa a encontrar o caminho da baliza de Ospina, indo da esquerda para o meio depois de ter sido servido pelo seu colega francês.

No segundo tempo, foram várias as tentativas da equipa de Wenger para conseguir estar em Lyon, só que, mais calibrado para este tipo de eliminatórias, o conjunto espanhol soube sempre anular as investidas contrárias e até ameaçou sentenciar o destino do jogo antes do apito final.

Acaba assim a campanha europeia dos Gunners e Wenger despede-se do clube sem a glória desejada, deixando uma parca imagem dos seus jogadores. O campeonato também está no fim e agora é tempo de preparar o futuro a partir da próxima temporada, já sem Arsène Wenger.

Sem comentários