Com tecnologia do Blogger.

Report: Man Utd 2-1 Arsenal



Arsenal: Ospina, Bellerín, Chambers, Mavropanos, Kolasinac, Maitland-Niles, Xhaka, Mkhitaryan, Iwobi, Nelson, Aubameyang
Subs: Cech, Monreal, Holding, Osei-Tutu, Willock, Nketiah, Welbeck

Manchester United: De Gea, Valencia, Smalling, Lindelof, Young, Herrera, Matic, Pogba, Lingard, Sanchez, Lukaku
Subs: Pereira, Rojo, McTominay, Fellaini, Mata, Rashford, Martial


Em dia de clássico marcado por diversas homenagens à Arsène Wenger, que enfrentava o Manchester United pela última vez no comando do Arsenal, os Red Devils venceram por 2-1 e aumentaram para 11 jogos a invencibilidade contra os Gunners em jogos realizados em Old Trafford.

Arsène Wenger promoveu muitas alterações no onze titular, a pensar no jogo de quinta-feira frente ao Atlético Madrid, e levou vários miúdos para Manchester. Mavropanos e Nelson foram titulares, enquanto Osei-Tutu, Willock e Nketiah começaram o jogo no banco.

A jogar em casa, o United foi melhor na primeira parte e ficou na frente logo aos 15 minutos com Pogba, que roubou a bola no meio campo, avançou sozinho e combinou com Lukaku. O belga cruzou, Sanchéz cabeceou, Ospina bateu contra o poste e o próprio francês apareceu para empurrar a bola para o fundo das redes da baliza do Arsenal.

A equipa da casa teve mais oportunidades para ampliar o resultado na primeira parte, mas foi desperdiçando as ocasiões e foram castigados logo no regresso do intervalo. Aos 51 minutos, Mkhitaryan recebeu a bola de Xhaka na entrada da área e rematou rasteiro para o empate.

A vitória do United só ficou definida já no tempo de compensação com o cabeceamento de Fellaini após cruzamento de Ashley Young. Dois minutos antes, Rashford já havia marcado, mas o golo foi anulado por fora-de-jogo.

Todas as atenções estão viradas agora para quinta-feira, na viagem a Madrid.

Sem comentários