Com tecnologia do Blogger.

Report: Brighton 2-1 Arsenal



Arsenal: Cech, Chambers, Mustafi, Koscielny, Kolasinac, Wilshere, Xhaka, Mkhitaryan, Özil, Iwobi, Aubameyang
Subs: Ospina, Holding, Maitland-Niles, Elneny, Bellerín, Welbeck, Nketiah

Brighton: Ryan, Schelotto, Duffy, Dunk, Bong, Knockaert, Stephens, Pröpper, Izquierdo, Grob, Murray
Subs: Krul, Saltor, Goldson, March, Kayal, Ulloa, Locadia


Mais uma derrota para o Arsenal. A equipa parece não conseguir dar a volta a este ciclo negativo e este domingo voltou a perder e somou a quarta derrota nos últimos quatro jogos. Depois de Östersunds e Manchester City duas vezes, foi a vez do Brighton derrotar os Gunners, por 2-1.

O Arsenal entrou muito apático, enquanto o Brighton arrancou com toda a força e adiantou-se no marcador logo ao minuto sete, depois de um pontapé de canto em que Petr Cech ficou mal na fotografia. Continuou a carregar a equipa da casa e o Arsenal a ver jogar e a cometer erros lá atrás. Aproveitou o Brighton para alargar a vantagem com mais um golo de Glen Murray, avançado de 34 anos que fez o seu 11º golo no campeonato. Excelente cruzamento de Gross e finalização do experiente avançado, a bater Cech.

Os últimos cinco minutos ainda fizeram os desanimados adeptos do Arsenal sonhar. Aubameyang reduziu com um toque subtil de calcanhar e os Gunners acabaram a carregar, mas com o final do primeiro tempo esse momento perdeu-se. A segunda parte teve um Brighton a segurar o resultado e a tentar explorar o espaço deixado atrás pelo Arsenal para matar uma partida que foi baixando de ritmo com o passar do tempo e que acabou por também ficar marcada pela lesão de Schelotto. O ex-Sporting chocou com Kolasinac e ficou estendido no relvado durante alguns minutos.

O tempo foi passando, o Brighton foi aguentando e o Arsenal pode ficar a onze pontos do quinto lugar. Já a equipa da casa conseguiu a sua terceira vitória da história diante dos Gunners.

Sem comentários