Com tecnologia do Blogger.

Report: Arsenal 3-1 AC Milan



Arsenal: Ospina, Bellerín, Mustafi, Koscielny, Monreal, Ramsey, Xhaka, Özil, Wilshere, Mkhitaryan, Welbeck
Subs: Cech, Chambers, Kolasinac, Iwobi, Elneny, Maitland-Niles, Nketiah

AC Milan: Donnarumma, Borini, Bonucci, Romagnoli, Rodríguez, Suso, Kessié, Montolivo, Çalhanoglu, Silva, Cutrone
Subs: Storari, Musacchio, Zapata, Bonaventura, Biglia, Locatelli, Kalinic


O Arsenal venceu, por 3-1, o AC Milan e carimbou a passagem para os quartos-de-final da Liga Europa. A formação de Wenger entrou em campo depois de uma vitória sólida, no Estádio Giuseppe Meazza, por 2-0, oferecendo aos Gunners um resultado confortável para esta segunda mão dos oitavos-de-final.

Face ao resultado negativo na primeira mão esperou-se mais da formação italiana que disputou o encontro com as linhas recuadas, sem grande fôlego para a ofensiva inglesa. Ironicamente, foi mesmo a equipa de Milão a inaugurar o marcador, com o belo remate a meio da rua de Çalhanoğlu. O jogo animou depois do golo e as oportunidades começaram a surgir de forma mais recorrente de ambos os lados, apesar de uma supremacia londrina. Os Gunners continuavam a pressionar e a reacção ao resultado surgiu por obra de Welbeck: O inglês sofreu um pequeno toque dentro da área e posteriormente converteu o penálti com sucesso, para o lado direito do guardião (1-1).

No segundo tempo as equipas equivaleram-se, o AC Milan procurava responder a uma eliminatória que já parecia perdida. No entanto, o Arsenal não se deixou ficar e mostrou-se vivo no jogo, com as linhas subidas e a procurar alargar a vantagem. E foi mesmo isso que aconteceu, mas desta vez foi Xhaka a ampliar o marcador com um tento certeiro, de fora da área, mas desta vez Donnarumma ficou mal na fotografia. A eliminatória já se mostrava sentenciada e Welbeck confirmou-a, ao bisar no encontro aos 86', com um golo de cabeça, após um ressalto do guarda-redes.

Com este triunfo, o Arsenal avança para a fase seguinte e juntou-se aos já qualificados: Lazio, Sporting, Marselha, RB Leipzig, CSKA Mosvoco, RB Salzburg e Atlético de Madrid.

Sem comentários