Com tecnologia do Blogger.

Report: Arsenal 5-1 Everton



Arsenal: Cech, Bellerín, Mustafi, Koscielny, Monreal, Ramsey, Xhaka, Iwobi, Özil, Mkhitaryan, Aubameyang
Subs: Ospina, Chambers, Maitland-Niles, Elneny, Kolasinac, Wilshere, Lacazette

Everton: Pickford, Keane, Williams, Mangala, Kenny, Schneiderlin, Gueye, Martina, Walcott, Bolasie, Niasse
Subs: Robles, Holgate, Sigurdsson, Davies, Tosun, Rooney, Calvert-Lewin


45 minutos de total destruição valeram ao Arsenal uma goleada diante de um Everton que quase só soube facilitar a tarefa dos Gunners. Aaron Ramsey, com três golos, foi a grande figura mas deu ainda para um golo de Koscielny, para a estreia a marcar de Aubameyang na equipa de Londres e para três assistências de Mkhitaryan.

A jogar em casa e com o trio Özil-Mkhitaryan-Aubameyang no onze titular - Lacazette foi relegado para o banco de suplentes - a equipa de Arsène Wenger assumiu o controlo cedo e transformou a superioridade em golos. Muitos golos.

Aaron Ramsey foi o primeiro a marcar, marcava o relógio apenas seis minutos. A defesa do Everton não conseguia de todo fazer frente a um ataque poderoso e eficaz, que não pararia de marcar tão cedo.

Com 14 minutos jogados, Koscielny antecipou-se a Mangala numa bola parada e cabeceou para o segundo da partida e apenas cinco minutos depois Ramsey bisou, com a bola a desviar no defesa francês antes de bater Pickford.

E antes do intervalo ainda haveria tempo para o 4-0, com a estreia de Pierre-Emerick Aubameyang a marcar pelos Gunners: em posição irregular não detetada pela equipa de arbitragem, o avançado gabonês finalizou com classe perante Pickford e aumentou o nível de conforto no Emirates.

A segunda parte permitiu ao Arsenal terminar o encontro com os mesmos quatro golos de diferença, embora com duas mudanças no marcador pelo meio: Calvert-Lewin cabeceou para reduzir a vantagem do Arsenal e Aaron Ramsey completou a noite de sonho com um golo aos 74' a valer hat-trick (o primeiro da carreira). E Mkhitaryan, reforce-se, somou um trio de assistências. Destaque ainda para a lesão de Petr Cech, que saiu lesionado aos 70', depois de um choque com Niasse.

Agora foco total para o jogo do próximo sábado, no Wembley, frente aos spurs.


Melhor do Arsenal: Aaron Ramsey (9.4/10)

Sem comentários