Com tecnologia do Blogger.

48 horas decisivas para Alexis



Arsène Wenger confirmou que Alexis Sanchez poderá estar de saída do Arsenal nas próximas 48 horas, mas confirmou também que caso se confirme esse cenário o substituto será ainda encontrado neste mercado de inverno.

O avançado chileno não viajou com a equipa para Bournemouth, devido às negociações que estão a existir com o Manchester United e Manchester City. Apesar de ainda ter treinado com a equipa no sábado, o treinador do Arsenal prefere vendê-lo já do que o ver a sair a custo zero em Junho.

"Poderá acontecer [a transferência] hoje, amanhã ou nem mesmo acontecer. Foi por isso que não o trouxe connosco para ele orientar a sua vida", disse Wenger quando questionado sobre o futuro de Alexis.

"Alexis poderia ter jogado mas este é um período difícil para ele. No entanto continua comprometido, como sempre, com o clube até agora".

"Ele será transferido hoje, amanhã ou não será, mas tudo ficará resolvido nas próximas 48 horas. Ele está a reflectir e por isso decidi não trazê-lo hoje. Não foi a questão de ele não querer jogar".

Devido à muito provável saída de Alexis a imprensa internacional tem apontado o avançado brasileiro Malcom, que actua no Bordéus, como possível substituto do avançado chileno. Apesar de Wenger confirmar que tem de ir ao mercado, recusa avançar com nomes.

"Se Sanchez sair temos de arranjar um substituto. Hoje estivemos sem muitos jogadores e pode-se ver o peso que isso tem na equipa".

"Se um jogador como o Sanchez sair temos de responder imediatamente. Irá ele sair? Não sei, mas estamos num período de transferências. Nestes períodos queremos os jogadores completamente focados em estar no clube".

"Posso garantir que ele será substituído neste mercado. Não há nada concreto com o Malcom".

Portanto, deverá estar iminente o final desta novela.

Sem comentários