Com tecnologia do Blogger.

Report: Arsenal 2-0 Brighton



O Arsenal venceu o Brighton ao início da tarde deste domingo por duas bolas a zero. Nacho Monreal e Alex Iwobi foram os autores, improváveis, dos golos que atiram os Gunners para o quinto lugar da Premier League com 13 pontos.

Relativamente ao último jogo da Premier League (vitória por 2-0 frente ao West Brom), Arsène Wenger realizou algumas alterações no onze inicial. Laurent Koscielny com um problema no tendão de Aquiles ficou de fora e para o seu lugar entrou Rob Holding. Também Mohamed Elneny foi relegado para o banco de suplentes e Alex Iwobi entrou no seu lugar.

O Arsenal entrou forte no jogo com Alexandre Lacazette atirar ao poste da baliza de Mat Ryan nos minutos iniciais. Depois foram Alexis Sanchez e Alex Iwobi a colocar o guarda-redes do Brighton em apuros, mas ainda sem conseguirem chegar ao golo.

No entanto o golo acabou por surgir aos 16 minutos por Nacho Monreal. Na sequência de um pontapé livre marcado por Granit Xhaka para o segundo poste, Lacazette consegue evitar que a bola saia pela linha de fundo e depois de uma série de remates bloqueados na área, o defesa espanhol atira para o fundo da baliza do Brighton.

O Brighton tentou responder ao golo e criou muito perigo pouco depois. Também na sequência de um pontapé livre à entrada da área, Solly March atirou de longe ao poste da baliza de Petr Cech e depois na recarga Lewis Dunk rematou ao lado. Dez minutos depois Lacazette recupera a bola num mau passe de Dunk, mas frente a Matt Ryan o avançado internacional francês não conseguiu aumentar a vantagem.

O guarda-redes australiano do Brighton foi novamente chamado a intervir ainda antes do intervalo. Desta vez para parar o rápido contra-ataque protagonizado por Aaron Ramsey.

Ao intervalo a vantagem do Arsenal era justa, num jogo com exibição qb em que os serviços mínimos eram suficientes para segurar a vantagem.

Tal como na primeira parte o Arsenal voltou a entrar em campo de forma dominante após o descanso e chegou ao 2-0 por Iwobi aos 56 minutos. Alexis Sanchez estava rodeado de defesas à entrada da área e num excelente passe de calcanhar isolou o jovem nigeriano, que de frente para Ryan não teve dificuldade em ampliar o marcador.

O avançado chileno, bem como Lacazette foram ainda procurando o terceiro golo para os Gunners, mas a pontaria não estava afinada ou não conseguiam ultrapassar a última barreira que era o guarda-redes visitante.

O Brighton só assustou perto do final quando Glenn Ryan, que havia entrado aos 76 minutos, cabeceou às malhas laterais da baliza de Petr Cech.

Vitória justa dos Gunners que agora enfrentam uma paragem nas competições devido aos compromissos internacionais das seleções na qualificação para o Mundial de 2018 na Rússia. O próximo jogo é apenas dia 14, em Vicarage Road, frente ao Watford do treinador português Marco Silva.

Sem comentários