Com tecnologia do Blogger.

Report: Chelsea 0-0 Arsenal



Num derby bastante intenso em Stamford Bridge, Arsenal e Chelsea empataram sem golos em jogo a contar para a quinta jornada da Premier League. Apesar do empate sem golos, o jogo fica marcado pela lesão de Danny Welbeck e pelo cartão vermelho directo a David Luíz.

Como seria esperado Arsène Wenger voltou a rodar toda a equipa que havia defrontado o Colónia a meio da semana para a Liga Europa, mas o destaque foi para a inclusão de Alex Iwobi no lugar do lesionado Mesut Özil. De resto, tudo na mesma, com Alexis Sanchez ainda no banco à espera da sua primeira titularidade na Premier League.

A primeira parte foi marcada pelo equilíbrio em Stamford Bridge. O Chelsea entrou melhor no jogo, tentando chegar com perigo à área do Arsenal pelas alas graças aos cruzamentos de Willian e Moses, mas a nossa defesa foi sempre dando conta do recado. Mas, do outro lado, apesar de ter menos jogo ofensivo o Arsenal quando atacava era mais perigoso. Alexandre Lacazette e Sead Kolasinac remataram forte para Courtois brilhar, aos 17 e 19 minutos.

Logo depois, Pedro apanhou o sector defensivo do Arsenal desprevenido, isolou-se para a área e obrigou Petr Cech a uma excelente defesa de recuso. A partir daí o Arsenal cresceu em campo. O Chelsea tinha posse de bola, mas não conseguia criar perigo para a nossa baliza. Já o Arsenal, por outro lado, perdeu a melhor oportunidade do jogo aos 40 minutos. Aaron Ramsey numa excelente jogada individual, entrou na área e rematou ao ferro. Na recarga, Lacazette tinha a baliza aberta mas atirou por cima.

A segunda-parte foi diferente, com o Chelsea a manter a posse de bola e a estar mais próximo da área do Arsenal. Já os homens de Arsène Wenger tinha dificuldade em manter o ritmo da primeira metade do jogo. Numa jogada de bola parada Shkodran Mustafi ainda meteu a bola dentro da baliza do Chelsea, mas o lance foi invalidado por fora-de-jogo. Do outro lado, os Blues tentaram vários cruzamentos para a área de Cech, mas sempre sem grande resultado.

No final o empate acabou por ser um resultado justo e que deixou agradados os adeptos do Arsenal, tanto pelo ponto conquistado em Stamford Bridge (coisa que vai sendo cada vez mais rara) como pela solidez defensiva. Para este empate ser realmente precioso, a nossa equipa tem que continuar a vencer na Premier League para reduzir a distância para os dois clubes de Manchester.

O Arsenal volta a jogar a meio da semana, quando receber na próxima quarta-feira o Doncaster Rovers no Emirates, na terceira eliminatória da Taça da Liga.

Sem comentários